Dark Mode 78,3 kWh poupados com o MEO
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Bruno de Carvalho desiste de providência cautelar contra o Sporting

Bruno de Carvalho desistiu da providência cautelar que tinha interposto para poder ser candidato à presidência do Sporting, apurou o Observador.

i

AFP/Getty Images

AFP/Getty Images

Bruno de Carvalho desistiu da providência cautelar que tinha interposto para poder ser candidato à presidência do Sporting, apurou o Observador.

O ex-presidente do Sporting tinha entrado com uma ação contra o Sporting, Jaime Marta Soares e a Comissão de Fiscalização para pedir a suspensão dos atos disciplinares praticados pela Comissão de Fiscalização — designadamente a suspensão de sócio do clube, que o impediu de concorrer às eleições do próximo sábado.

Da polícia no piso 3 às “palhaçadas” de e com Cintra, mais dez horas de novela no Sporting: o que quer (realmente) Bruno de Carvalho?

Bruno de Carvalho pedia ainda a limitação dos poderes da Comissão de Fiscalização à gestão do dia-a-dia do clube, que impediria este órgão de abrir mais procedimentos disciplinares, e ainda a eventual alteração da data das eleições para permitir que a sua candidatura fosse aceite e pudesse fazer campanha.

Dos “atos ilícitos” ao “conflito e perda de valor”: a resposta do Sporting à providência de Bruno de Carvalho

Ainda assim, já durante a tarde de segunda-feira, o ex-presidente destituído recorreu às redes sociais para reiterar a ideia de que não desiste de voltar à liderança do Sporting nem de ser candidato numas futuras “eleições livres”, garantindo que irá impugnar as eleições do próximo sábado, caso estas se realizem.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.