Os trabalhadores do Metro de Lisboa estarão em greve parcial no próximo dia 8 de novembro. Ao Observador, o coordenador nacional da Federação dos Sindicatos dos Transportes e Comunicações  (Fectrans), José Manuel Oliveira, confirma que o pré-aviso de greve terá sido entregue, dez dias antes da mesma, conforme previsto na lei. ”Em princípio não haverá serviços mínimos”, garante o sindicalista.

A greve irá ocorrer no último dia da Web Summit das 6h30 às 9h30. Esta paralisação soma-se à greve marcada para dia 6, terça-feira, também à mesma hora. Esta será a terceira greve dos trabalhadores dos funcionários do Metro de Lisboa em dois meses.

Os trabalhadores justificam este protesto com a discordância com a proposta de atualização salarial plurianual de 24,50 euros para os anos de 2018 e 2019, apresentada aos representantes sindicais pelo conselho de administração da empresa.

A cimeira tecnológica, de inovação e de empreendedorismo Web Summit nasceu em 2010 na Irlanda e mudou-se em 2016 para Lisboa, devendo permanecer até 2028 no Altice Arena (antigo Meo Arena) e na Feira Internacional de Lisboa (FIL), em Lisboa.

Nesta terceira edição do evento em Portugal são esperados cerca de 70 mil participantes de mais de 170 países.