Três golos do futebolista galês Gareth Bale deram esta quarta-feira a vitória ao Real Madrid sobre os japoneses do Kashima Antlers (3-1), em jogo das meias-finais do Mundial de clubes, e o apuramento para a final.

No Zayed Sports City Stadium, em Abu Dhabi, Bale abriu a contagem, aos 44 minutos, antes de acrescentar mais dois em dois minutos na segunda parte, aos 53 e 55, com Doi a reduzir para os nipónicos, aos 78, naquela que foi uma reedição da final de 2016, que também sorriu aos madrilenos (4-2).

O avançado galês tornou-se no terceiro jogador a conseguir um ‘hat-trick’ em Mundiais de clubes, ao lado do português e antigo companheiro de equipa Cristiano Ronaldo, que também o conseguiu pelo Real, e do uruguaio Luis Suárez (FC Barcelona).

Bale chegou ao sexto tento na sua quarta participação na prova, ficando a apenas um de Ronaldo, que se mantém como melhor marcador da competição FIFA.

Os tricampeões europeus em título entraram na prova diretamente nas ‘meias’ e afastaram o campeão asiático sem grandes dificuldades, depois de o Kashima ter começado a prova nos ‘quartos’, nos quais eliminaram os mexicanos do Chivas Guadalajara (3-2).

Os ‘merengues’ procuram conseguir, no sábado, o terceiro triunfo consecutivo e o quarto no total, o que lhes permitiria isolarem-se no topo da tabela de vencedores, afastando-se dos rivais FC Barcelona, que também têm três cetros.

O adversário é o anfitrião Al Ain, depois de o emblema dos Emirados Árabes Unidos ter eliminado os argentinos do River Plate, campeão da Taça Libertadores, no desempate por grandes penalidades, após um empate a duas bolas na outra meia-final.

Por sua vez, o Kashima Antlers vai disputar, no mesmo dia, o apuramento dos terceiro e quarto lugares, perante os campeões sul-americanos, sendo que ambas as equipas procuram o segundo pódio, depois da final perdida pelo River em 2015 (contra o FC Barcelona) e dos japoneses em 2016.