A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem de 61 anos, que diz exercer a profissão de “curandeiro”, por alegada agressão sexual a menor. A operação realizou-se através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, após uma denúncia e posterior investigação que permitiu recolher elementos de prova que levaram à detenção do suspeito.

Os factos ocorreram no início deste ano, em Fátima. De acordo com o comunicado enviado pela PJ esta sexta-feira, o homem terá aproveitado um momento em que estava a sós com uma criança e “agrediu-a sexualmente com a prática de atos sexuais de relevo”.

Os mandados de busca e de detenção, emitidos pelo magistrado titular do inquérito no DIAP de Tomar, foram cumpridos ontem e o detido irá ser presente às autoridades judiciárias competentes para aplicação de medidas de coação.