Kevin Spacey vai ser formalmente acusado dos crimes de agressão sexual e ofensas corporais pelos procuradores locais de Cape Cod and the Islands, no estado do Massachusetts (EUA). O ator  de 59 anos, deverá comparecer perante um juiz no dia 7 de janeiro para responder por acusações de agressão sexual e lesão corporal ao filho de uma jornalista televisiva de Boston

O procurador Michael O’Keede anunciou esta segunda-feira que Spacey será formalmente acusado no Tribunal de Nantucket a 7 de janeiro. Em causa está uma alegada agressão sexual a um jovem de 18 anos, filho da jornalista Heather Unruh, do canal de televisão WCVB-TV. “Fico contente por saber que o caso está a avançar no sistema judicial”, comentou a mãe da alegada vítima ao Boston Globe.

Em reação ao anúncio, Spacey colocou no Youtube um vídeo chamado “Vou ser franco”, um trocadilho com o nome da sua personagem na série “House of Cards”, Frank Underwood, e falou pela primeira vez em público desde que surgiram várias acusações contra si. Falando na voz do seu personagem, que na série morreu depois de virem a público acusações semelhantes às que recaem sobre Spacey, afirma saber que o público o “quer de volta”.

“Claro que houve quem acreditasse em tudo e estivesse à espera de me ouvir confessar tudo. Estão mortos por me ouvir declarar que tudo o que disseram é verdade e que tive o que merecia. Mas não vou pagar pelo que não fiz”, ouve-se no vídeo de três minutos, sem se perceber sem margem para dúvida se o ator se refere às acusações que enfrenta na vida real.

O vídeo termina com Spacey a dizer que em breve será conhecida “toda a verdade”.

O caso foi tornado público pela jornalista em novembro de 2017, numa conferência de imprensa emotiva, quase ano e meio depois do ocorrido. Nessa conferência, Unruh acusou o ator norte-americano de ter assediado sexualmente o seu filho. Segundo a jornalista, o jovem de 18 anos estaria num bar em Nantucket, o The Clube Car, quando se cruzou com Spacey e ficou “encantado” por conhecer o ator. Por causa disso, ter-lhe-á dito que já tinha idade suficiente para beber (nos Estados Unidos só é permitido consumir bebidas alcoólicas a partir dos 21 anos).

Unruh garante que Spacey comprou várias bebidas ao rapaz, embebedando-o. Depois, terá enfiado a mão dentro das calças do jovem e começado a mexer-lhe nos genitais. O jovem terá depois aproveitado o convite do ator para ir para uma outra festa para fugir para casa.

A vítima, o meu filho, era um jovem de 18 anos heterossexual que ficou encantado e que não fazia ideia que o ator famoso era um alegado predador sexual, nem que estava prestes a tornar-se na sua próxima vítima“, declarou à altura a jornalista.

O ator já foi acusado de outros casos de agressão sexual, tornados públicos em 2017. As acusações ditaram o seu afastamento da série House of Cards, da qual era protagonista. Estão em curso investigações por agressão sexual em Los Angeles, por acontecimentos de 2016 e existem também acusações sobre situações semelhantes quando era diretor artístico do teatro Old Vic, em Londres.

Atualizado às 22.30 com vídeo de Kevin Spacey.