A Praça do Comércio em Lisboa vai sofrer fortes limitações já a partir deste sábado, na antecipação dos festejos da noite de final de ano. O trânsito nesta zona vai estar totalmente cortado já a partir das 20h30 deste sábado, dia 29. Apenas será permitido o acesso pedestre em nove pontos de acesso à praça, que estará circunscrita e protegida por grades, e todas as pessoas serão sujeitas a revista por agentes que vigiam o local.

O método e as regras de funcionamento do espaço na capital que concentrará os principais festejos da noite de passagem de ano são assim semelhantes ao que se aplicou no ano anterior, conforme explicou o subintendente Paulo Flores, da PSP, em conferência de imprensa, na manhã desta sexta-feira. Haverá ainda uma lista de artigos proibidos no espaço da Praça do Comércio, entre os quais se incluem objetos em vidro — é o caso de “garrafas de champanhe em vidro”, exemplificou o responsável da polícia. Não serão também permitidos guarda-chuva com hastes compridas, selfie-stiks, apontadores laser ou megafones. Toda esta informação, reforçou, sobre o que é permitido e proibido naquele espaço de festa estará “bem visível” em cada um dos nove pontos de acesso à Praça do Comércio.

Em comunicado, a PSP avisa também que quem pretender levar mochila/bolsa para o recinto, “a mesma não deve ser superior ao tamanho de uma folha A3.” No dia 31, a Praça do Comércio abre ao público às 19h e, por isso, é aconselhável que as pessoas que pretendam deslocar-se para esta zona o façam com a maior antecedência possível.

Também os comerciantes com estabelecimentos naquela zona estão avisados da proibição de artigos em vidro. O consumo de bebidas, alcóolicas ou não, será feito com um copo de plástico reutilizável, que se pode adquirir por um euro, tal como já acontece nos recintos de muitos festivais de música, exemplificou Paulo Flores. O subintendente apelou ainda a quem tencione frequentar aquele espaço nos próximos dias que evite uma acumulação excessiva de lixo.

As regras a partir de sábado, dia 29

O trânsito na Praça do Comércio é o primeiro a sofrer condicionamentos a partir das 20h30 de sábado: é encerrada a circulação no topo norte da praça nesse dia e no topo norte da Praça do Comércio e na Avenida Ribeira das Naus, entre as 21h00 e as 23h45 — uma informação que já tinha sido divulgada esta semana numa nota da Câmara Municipal de Lisboa.

No dia 31, segunda-feira, devido ao elevado número de pessoas esperado no local para a noite de passagem de ano, o trânsito na Praça do Comércio vai ser encerrado à circulação a partir das 17h00 e deverá permanecer cortado até à limpeza total do local, que deverá acontecer pelas 5h00, de acordo com Luís Gancho, comissário da Divisão de Trânsito. E há vários cortes principais: a ligação entre a Avenida 24 de Julho e a Avenida D.Carlos I; o Largo Vitorino Damásio e a Calçada Marquês de Abrantes; Praça Duque de Texeira/Cais do Sodré; Rua do Arsenal; Avenida Infante D.Henrique; a ligação entre a Rua da Alfândega e a Praça do Comércio; Rua do Ouro e o acesso pela Praça da Figueira à Rua dos Fanqueiros e Rua dos Douradores.

A PSP avisa também que no dia 1 de janeiro — principalmente de madrugada — vai realizar diversas Operações de Fiscalização Rodoviária. As autoridades apelam ainda às famílias que transportem crianças para evitarem levar carrinhos de bebé porque, no meio de milhares de pessoas, irão ter a sua utilização condicionada e podem pôr em causa a segurança de todos.

De acordo com Paulo Flor, na Praça do Comércio e na sua envolvência vão estar equipas de intervenção rápida da PSP, corpo de intervenção com a unidade especial de polícia, polícias de investigação criminal e também equipas cinotécnicas.

Praça do Comércio vai ter sistema de videovigilância

O Ministério da Administração Interna (MAI) autorizou a utilização de um sistema de videovigilância na noite da passagem de ano na Praça do Comércio. A PSP vai, assim, utilizar seis câmaras “para monitorizar e prevenir eventuais incidentes no local dos festejos”, anunciou o MAI em comunicado.

Este sistema de videovigilância vai funcionar entre as 20h do dia 31 e as 4h do dia 1 de janeiro e vai abranger, além da Praça do Comércio, toda a Avenida da Ribeira das Naus. A Comissão Nacional de Proteção de Dados, acrescenta o ministério, também deu um parecer favorável à medida.

(artigo atualizado na sexta-feira, dia 28 de dezembro, com novas informações divulgadas pela PSP e pelo Ministério da Administração Interna)