A Oi e seu acionista Pharol/Bratel chegaram a acordo para o “encerramento e extinção de todo e quaisquer litígios judiciais e extrajudiciais”, anunciou a empresa em comunicado.

Assim, e após negociações nas quais “chegaram a um consenso”, terminam todos os litígios “no Brasil, em Portugal e em todos os diferentes países onde existem discussões envolvendo empresas dos dois grupos”, adianta a Pharol.