João Almeida do CDS vai ser o relator da comissão parlamentar de inquérito à recapitalização e à gestão da Caixa Geral de Depósitos. O nome foi proposto pela colega de partido, Cecília Meireles, e foi aprovado por todos os partidos.

A deputada lembrou que o CDS foi o primeiro partido a propor esta comissão de inquérito e por isso considera que o relator deve estar em linha com o espírito de apuramento de factos, mas também deve promover o equilíbrio e o consenso possível sobre os factos.  João Paulo Correia afirmou que o PS não se opõe. O PSD também apoiou, sublinhando que terá de fazer um esforço grande para o relatório ser aprovado pelo maior número de partidos. O PCP também aceitou a proposta de relator, com Paulo Sá  a destacae a expetativa de que venham a ser relatados com todo o rigor os factos apurados. O Bloco também apoiou.

João Almeida já participou em várias comissões de inquérito, nomeadamente na área da banca, desde as duas comissões já feita nesta legislatura ao banco público, até ao inquérito parlamentar à resolução do Banif. Com esta indicação para relator, a coordenação dos trabalhos do CDS nesta comissão de inquérito passa para Cecília Meireles.

O deputado estaca o enorme sentido de responsabilidade, lembrando que estamos perto do fim da legislatura. “Ninguém ignora que os inquéritos estiveram em crise aos olhos dos cidadãos nesta legislatura por entenderem frustado este instrumento”. Por isso sublinha, “temos agora a oportunidade de inverter este sentido e construir todos um trabalho que é de toda a comissão de inquérito.”