O papa Francisco nomeou, como bispo da diocese moçambicana de Tete, Diamantino Guapo Antunes, que era até agora Superior Regional do Instituto Missionário da Consolata em Moçambique e em Angola, de acordo com informação divulgada esta sexta-feira pela Sala de Imprensa do Vaticano.

Diamantino Guapo Antunes, 53 anos, é natural de Albergaria dos Doze, em Leiria. Estudou filosofia na Universidade Católica e é doutorado em Teologia Dogmática pela Univerisade Gregoriana, em Roma.

Começou a fazer trabalho pastoral em Moçambique na zona de Maúa, no norte de Moçambique.

Foi ordenado diácono em Cuamba no final de 1993 e recebeu a ordenação sacerdotal em Fátima, Portugal, no ano seguinte.

Segundo a Fátima Missionária, órgão de comunicação social do Instituto Missionário Consolata, este é o primeiro missionário português da organização a ser eleito bispo. “Em união com o Santo Padre Francisco, com os eminentíssimos cardeais e os reverendíssimos arcebispos e bispos da Conferência Episcopal de Moçambique, com os religiosos do Instituto Missionário da Consolata e com os queridos fiéis da diocese de Tete, unidos em oração, invocamos bençãos copiosas do Céu sobre Dom Diamantino no início deste seu novo ministério na Igreja de Deus”, referiu a Nunciatura do Vaticano em Maputo, citado pela Fátima Missionária.