Num claro sinal de que a tendência, na indústria automóvel, é mesmo para unir forças em vez de separar as águas, Toyota e Suzuki anunciaram que as intensas negociações que levam a cabo há cerca de dois anos chegaram a bom porto e a uma escala internacional. Os construtores nipónicos firmaram um acordo de cooperação que passa, inclusivamente, pelo rebadge da carrinha Corolla Touring Sports e do SUV RAV4. Mas não só.

A tónica desta parceria reside na partilha da tecnologia Toyota Hybrid System (THS), que será colocada ao serviço da Suzuki, permitindo-lhe assim colmatar uma lacuna na sua oferta de motorizações, pois o fabricante de Hamamatsu dispõe apenas de um sistema mild hybrid (SHVS – Smart Hybrid Vehicle by Suzuki). Usufruindo do THS, a Suzuki reforça claramente a sua competitividade, pois este tipo de propulsão ganha cada vez maior expressão no mercado. Daí que o presidente da marca se congratule com o acordo alcançado:

Agradecemos a gentil oferta da Toyota por nos permitir para usar a sua tecnologia híbrida”, declarou Osamu Suzuki.

Corolla Touring Sports e RAV4 são também “moedas de troca” nesta cooperação, com o acordo a prever que, no âmbito europeu, a Suzuki pode passar a comercializar a carrinha e o SUV da Toyota, apenas com ligeiras alterações estéticas. Ou seja, da plataforma às motorizações, estamos a falar exactamente dos mesmos modelos com mudanças de design e um um emblema distinto.

5 fotos

Em contrapartida, a Toyota ganha quatro novos argumentos de venda em mercados emergentes. Está previsto que acederá a dois modelos da Suzuki na Índia (Ciaz e Ertiga), a que se juntam o Baleno e o Vitara Brezza em África, o que lhe permitirá conquistar uma maior quota de mercado.

A união dos dois construtores japoneses supõe ainda que, tal como a Suzuki beneficia da propulsão híbrida da Toyota, esta passa a poder equipar os seus modelos com as mais recentes motorizações da Suzuki para veículos compactos.