Macau

Chefe do Governo de Macau visita Portugal em maio e reúne-se com Costa e Marcelo

Chui Sai On vai passar por Lisboa e Porto e irá trocar ideias sobre as relações de amizade entre Macau e Portugal com o Presidente e primeiro-ministro portugueses.

O chefe do executivo será agraciado com as Chaves da Cidade, um alto galardão municipal

António Duarte Mil-Homens/LUSA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

O chefe do Governo de Macau realiza de 11 a 19 de maio uma visita oficial a Portugal que prevê reuniões com o Presidente da República e o primeiro-ministro, anunciaram esta segunda-feira as autoridades.

O chefe do executivo, Chui Sai On, vai liderar uma delegação do Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) durante uma visita que vai passar por Lisboa e pelo Porto, segundo um comunicado do gabinete do porta-voz do Governo.

“Em Lisboa, o chefe do executivo será recebido, em audiência, pelo Presidente Marcelo Rebelo de Sousa e, mais tarde, pelo primeiro-ministro de Portugal, António Costa, com os quais trocará ideias a respeito da consolidação das relações de amizade entre Macau e Portugal e do reforço da cooperação bilateral”, pode ler-se na mesma nota.

Chui Sai On irá presidir à 6.ª reunião da Comissão Mista Macau-Portugal com o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, durante a qual se pretende uma “ampliação na colaboração em diversos campos”, destacaram as autoridades de Macau.

O Governo de Macau vai ainda organizar, em Lisboa, uma exposição fotográfica para comemorar o 20.º aniversário do estabelecimento da RAEM, que se assinala este ano.

No comunicado explica-se que, “neste âmbito, está também prevista uma receção comemorativa, para a qual serão convidados amigos de longa data e recentes que terão oportunidade de discutir (…) o desenvolvimento e mudanças de Macau”.

Ainda em Lisboa, o mesmo responsável vai participar num debate com estudantes de Macau que frequentam o ensino superior em Portugal.

Chui Sai On vai assinar ainda com a Câmara Municipal do Porto “um memorando de entendimento para o quadro de cooperação na promoção de amizade”, informaram as autoridades do território administrado pela China.

Após a assinatura, o chefe do executivo “será agraciado com as Chaves da Cidade, um alto galardão municipal”, segundo o comunicado.

A Comissão Mista Macau-Portugal foi estabelecida pelo Acordo Quadro de Cooperação entre a RAEM e Portugal, com a finalidade de reforçar a colaboração entre as duas partes.

A quinta reunião realizou-se em Macau, em 20 de outubro de 2018, aquando da visita oficial do ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal.

O quarto encontro tinha sido organizado em 2016, por ocasião da visita do chefe do executivo a Portugal.

Após mais de 400 anos sob administração portuguesa, Macau passou a ser uma Região Administrativa Especial da China a 20 de dezembro de 1999, com um elevado grau de autonomia acordado durante um período de 50 anos

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições Espanha 2015

Nem tudo vale na política

Dantas Rodrigues

Oportunismos como o da candidatura de Manuel Valls em Barcelona é que degradam a imagem da política e alimentam a propagação de partidos populistas sejam eles de extrema-direita ou de extrema-esquerda

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)