Manifestações

Mais de 700 detidos numa semana em manifestações pelo clima em Londres

Os protestos conhecidos como "Rebelião contra a Extinção" começaram na segunda-feira e paralisaram, em alguns momentos, zonas de Londres, como a Ponte de Waterloo, Oxford Circus e outros locais.

Os manifestantes voltaram à rua no sábado, apelando ao governo britânico para que eleja o combate às alterações climáticas como a sua principal prioridade

NEIL HALL/EPA

A polícia londrina anunciou a detenção de mais de 700 pessoas, das quais 28 foram já acusadas, desde o início dos protestos pelo clima, esta semana, na capital inglesa.

Os protestos conhecidos como “Rebelião contra a Extinção” começaram na segunda-feira e paralisaram, em alguns momentos, zonas de Londres, com manifestações pacíficas na Ponte de Waterloo, Oxford Circus e outros locais emblemáticos. Os manifestantes voltaram à rua no sábado, apelando ao governo britânico para que eleja o combate às alterações climáticas como a sua principal prioridade.

A polícia londrina abordou os manifestantes de forma cautelosa, em vez de recorrer ao uso de força, afirmando que respeita o direito aos protestos pacíficos. Mesmo assim, foram obrigados a requisitar 200 agentes adicionais às forças vizinhas para controlar a situação e vários polícias tiveram de cancelar as suas folgas.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)