CDS-PP

CDS ataca plano nacional de reformas do Governo por ser “poucochinho”

Para Pedro Mota Soares, o Plano Nacional de Reformas está "disfarço de verniz orçamental". O deputado do CDS criticou ainda o Governo devido às cativações e subida da carga fiscal.

A acusação do deputado surgiu no parlamento, num discurso sobre o Plano Nacional de Reformas e Programa de Estabilidade

JOSE SENA GOULAO/LUSA

O CDS acusou esta quarta-feira o Governo de ter apresentado um Plano Nacional de Reformas (PNR) que “é o poucochinho socialista” e “disfarçado de verniz orçamental”.

A acusação foi feita pelo deputado e número dois na lista do CDS às europeias, Pedro Mota Soares, num discurso, no parlamento, sobre o PNR e o Programa de Estabilidade.

Em vez de “ambição”, o que o CDS vê é “o imobilismo, é o poucochinho socialista, disfarçado de verniz orçamental”, afirmou o deputado, que insistiu nas críticas ao executivo quanto às cativações ou por, nos últimos anos, ter subido a carga fiscal. E, a exemplo do que tem feito nos últimos dias, o CDS criticou o baixo nível de execução dos fundos comunitários e alertou para o risco de Portugal poder vir a ter de devolver fundos relacionados com o mar.

Mota Soares defendeu algumas alternativas em nome do CDS-PP, como, por exemplo, a descida gradual do IRC para aumentar a atração ao investimento.

Pelo quarto ano consecutivo, o CDS-PP propõe, no parlamento, a rejeição do Programa de Estabilidade, da responsabilidade do Governo. Nos anos anteriores, todas as propostas de rejeição foram chumbadas pela maioria de esquerda na Assembleia da República.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)