Rádio Observador

PSOE

PSOE admite tentar governar sozinho, em minoria

A vice-presidente do Executivo espanhol disse que o PSOE vai tentar governar com 123 deputados, defendendo um governo progressista no sentido de conseguir "quatro anos de tranquilidade".

JUAN CARLOS CARDENAS/EPA

Autor
  • Agência Lusa

A vice-presidente do Executivo espanhol, Carmen Calvo, disse esta segunda-feira que o PSOE vai tentar governar com 123 deputados, defendendo um governo progressista no sentido de conseguir “quatro anos de tranquilidade”.

Em declarações à estação de rádio espanhola Cadena Ser, Carmen Calvo afirmou que se deve “respeitar toda a gente e falar-se com toda a gente” assim como se deve “tentar que a cultura de colaboração abra caminho na política espanhola”.

“Seremos um governo progressista, somos a esquerda de governo, por isso lutamos em consciência no PSOE, para não ceder este espaço” (ao partido Unidas Podemos), acrescentou a vice-presidente socialista.

Neste sentido sublinhou que é necessário alcançar “quatro anos de tranquilidade”, conseguir o crescimento sustentado da economia espanhola e fazer esbater a crise social.

Carmen Calvo disse que o PSOE vai tentar governar com 123 deputados reafirmando a vontade de se conseguir “estabilidade”.

“Faltam muitos dias e Unidas Podemos também vão avançando com compreensão”, frisou Carmen Calvo quando questionada sobre o possível cenário de um governo de coligação com o partido de Pablo Iglesias.

“Todos vamos fazendo o caminho e aprendendo”, disse.

A vice-presidente do PSOE considerou que “há apoio mais do que suficiente para o (PSOE) ser o ‘timoneiro do barco'”, recordando que Unidas Podemos ajudou muito os socialistas nos últimos dez meses.

“Reforçaram-nos como governo progressista, podemos continuar a avançar com a fórmula que iniciámos”, sublinhou.

A responsável do PSOE disse ainda que a “ultra-direita deu um ‘tiro no pé’ ao querer desmontar a cultura de consciência cívica e política”, em Espanha.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Socialismo

Má-fé socialista /premium

José Miguel Pinto dos Santos

Não é a situação social em Portugal muito melhor que na Venezuela — e que nos outros países socialistas? Sim, mas quem está mais avançado na implantação do socialismo, Portugal ou Venezuela?

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)