Rádio Observador

Eleições Europeias

André Ventura falta a debate das europeias na RTP por causa de comentário desportivo na CMTV

2.512

O candidato da coligação "Basta" às eleições europeias era esperado no debate da RTP, que juntou representantes dos partidos mais pequenos. À mesma hora estava no programa "Pé em Riste" da CMTV.

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

André Ventura, cabeça de lista da coligação “Basta”, faltou ao debate da RTP que reuniu representantes dos partidos mais pequenos que se apresentam às eleições europeias. À mesma hora, Ventura estava no programa “Pé em Riste” da CMTV, no qual é comentador desportivo.

O candidato era esperado para o debate e terá feito saber, já esta segunda-feira, que não estaria presente. No início do programa televisivo, a moderadora — e diretora de informação da RTP —, Maria Flor Pedroso, explicou que seria dele uma das cadeiras vazias que se viam no estúdio:

Hoje a RTP foi contactada pela candidatura e André Ventura preferiu manter o seu comentário desportivo noutro canal”, lamentou.

Ventura é o líder do partido “Chega”, mas apresenta-se às eleições europeias como cabeça de lista da coligação “Basta”, que integra também o Partido Popular Monárquico (PPM), o Partido Cidadania e Democracia Cristã (PPV/CDC) e o movimento Democracia 21.

A outra cadeira vazia era destinada a Marinho e Pinto. O candidato do Partido Democrático Republicano (PDR) também não participou no debate. Segundo Maria Flor Pedroso, Marinho e Pinto decidiu não estar presente por discordar dos critérios editoriais da RTP.

No total foram, assim, apenas dez os candidatos no debate: Paulo Sande (Aliança), Rui Tavares (Livre), Vasco Santos (MAS), João Patrocínio (PNR), Ricardo Arroja (Iniciativa Liberal), Fernando Loureiro (PURP), Paulo Morais (Nós Cidadãos), Francisco Guerreiro (PAN), Luís Júdice (PCTP) e Gonçalo Madaleno (PTP).

Oiça as melhores histórias destas eleições europeias no podcast do Observador Eurovisões, publicado de segunda a sexta-feira até ao dia do voto.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: soliveira@observador.pt
Ambiente

A onda verde na UE e os nacionalismos

Inês Pina
134

Se hoje reduzíssemos as emissões de CO2 a zero já não impedíamos a subida de dois graus centígrados. E estes “míseros” dois graus vão conduzir ao fim das calotas polares e à subida do nível do mar.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)