A Autoridade Nacional de Emergência da Proteção Civil assumiu todos os custos de combustível pela mobilização de meios de combate a fogos para participar nas filmagens de “Flor de sal”, uma novela da SIC. De acordo com o Jornal de Notícias, o Ministério da Administração Interna já questionou o Comando Distrital de Operações de Socorro de Leiria.

A SP Televisão quis recriar os incêndios de outubro na região Centro, que fez 49 mortos e 70 feridos e convidou a ANEPC para participar na novela. Corporações de bombeiros de Leiria, o INEM, os militares do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro, os “canarinhos” da Força Especial de Bombeiros e o SIRESP participaram nas gravações.

A ANEPC não recebeu qualquer pagamento da SP Televisão, tendo pago até o combustível dos meios usados no evento, como assumiu numa resposta enviada ao Jornal de Notícias. “Não houve qualquer pagamento” por parte da SP televisão, que apenas forneceu “apoio logístico aos meios materiais e humanos”, explicou fonte a ANEPC ao Jornal de Notícias.