A agente do cantor David Carreira, Joana Sousa, disse esta terça-feira a jornalistas que o cantor tinha sido detido nos EUA enquanto gravava o seu mais recente videoclipe. Foi, afinal, uma jogada de promoção do novo “single”, reconheceu o músico.

Segundo Joana Sousa, manager do cantor citada pela revista Nova Gente, David tinha sido levado em conjunto com dois elementos da produção. “Problemas com autorizações para gravar no local” tinham justificado a detenção, garantia a agente — uma mentira, a julgar pela frase publicada pelo cantor nas redes sociais.

“Preso? Eu? Só no videoclip mesmo [sic] obrigado aos fãs que me ajudaram nesta ação de lançamento” da nova música, escreveu o cantor.

Joana Sousa tinha garantido, ainda, que os advogados do filho de Tony Carreira estão a fazer de tudo para que o artista regresse a Portugal já esta quarta-feira. Mas que estava em cima da mesa a possibilidade de o cantor ter de adiar os concertos agendados para os próximos dias.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Nas redes sociais circulou um vídeo que mostra o momento em que o artista e a produção eram, pretensamente, interrompidos pela polícia.

https://vimeo.com/340171898