O ginasta português Diogo Ganchinho conquistou esta terça-feira a medalha de bronze na prova de trampolins dos II Jogos Europeus, em Minsk, elevando para nove o número de medalhas de Portugal.

Ganchinho totalizou 58,660 pontos, atrás do bielorrusso Uladzislau Hancharou, com 60,045, e do russo Mikhail Melnik, com 59,435.

Na qualificação para a final, Ganchinho tinha o segundo melhor registo, contudo o russo trocou de posição consigo na final, na qual o atleta da casa voltou a ser o mais forte.

Diogo Abreu tinha sito sétimo nas qualificações, mas perdeu a final de oito, uma vez que cada país apenas pode apurar um ginasta.

Juntos, na terça-feira os dois atletas foram quartos na prova de trampolins sincronizados, falhando o bronze por escassos 70 centésimos.

A seleção lusa passa a somar nove medalhas nos II Jogos Europeus, com uma de ouro, por intermédio de Carlos Nascimento, nos 100 metros, e quatro de prata, pela equipa de judo na prova mista, pelo ciclista Nelson Oliveira (contrarrelógio) e pelas ginastas acrobatas Bárbara Sequeira, Francisca Maia e Francisca Sampaio Maia, em combinado e no exercício dinâmico.

Na prova de equilíbrio, as ginastas ainda conseguiram uma medalha de bronze, também alcançada pela judoca Telma Monteiro (-57 kg), pela estafeta mista dos 4×400 metros (Ricardo dos Santos, Cátia Azevedo, João Coelho e Rivinilda Mentai) e agora por Diogo Ganchinho nos trampolins.