Há um ano o evento de vinhos Adegga transformou-se num festival de verão, mudou de localização — deixando para trás as salas de hotéis citadinos — e duplicou a experiência. Pelo segundo ano consecutivo há dois dias dedicados ao vinho servido a copo num projeto que volta a mudar de ares e que, em 2019, ruma à praia. Este fim de semana, 29 e 30 de junho, há mais de 500 vinhos de 50 produtores à prova no novo Campus da Universidade Nova SBE, em Carcavelos.

Ao ambiente descontraído, com o mar ali ao fundo, juntam-se rótulos portugueses e um barbecue de marisco. O programa do festival que acontece entre as 15h e as 22h no sábado, e até às 20h no domingo, tem vários destaques: dos 50 “melhores vinhos de verão” escolhidos a dedo por André Ribeirinho, co-fundador do Adegga, às experências Adegga Bio, que proporciona uma seleção de vinhos biológicos, biodinâmicos, sustentáveis e até naturais, e Adegga Ânfora, focado nos vinhos com estágio ou fermentação em ânforas de barro ao talhas.

© DR

Outros formatos já conhecidos voltam a juntar-se ao cardápio de sugestões da organização, incluindo o Adegga Rising Stars, apostado em conhecer novos projetos e enólogos em ascensão (o SmartWineGlass, como não podia deixar de ser, continua a marcar presença). Já no novíssimo Lobster Bar, o chef Joe Best vai grelhar lagosta vinda da costa portuguesa, um momento que acontece em ambos os dia do evento, entre as 18h e as 20h.

A contar com a nova localização do evento, que este ano difere completamente de edições anteriores, a organização disponibiliza um shuttle entre Lisboa e Carcavelos, com partida do Parque Eduardo VII, a cada meia hora durante o período de realização do evento. Há bilhetes a partir de 25 euros e dão acesso aos 500 vinhos em prova. Há ainda o bilhete “Loja” que permite converter os 40 euros de custo em compras na loja do evento, e o bilhete duplo no valor de 60 euros. Mais informações aqui.