Rádio Observador

Natação

Portugal com 10 nadadores nos Mundiais em busca de oito tempos mínimos para os Jogos Olímpicos

588

Portugal será representado por 10 atletas nos Mundiais de natação pura, que decorrerão na Coreia do Sul, e tem como objetivo principal a “obtenção de oito mínimos para os Jogos Olímpicos Tóquio2020".

O nadador português Alexis Santos em competição nos Jogos Olímpicos Rio2016

INÁCIO ROSA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

Portugal vai estar representado por 10 atletas nos Mundiais de natação pura, que decorrerão na Coreia do Sul, e tem como objetivo principal a “obtenção de oito mínimos para os Jogos Olímpicos Tóquio2020”.

“O objetivo é que, numa perspetiva ideal, oito nadadores, consigam os mínimos para os Jogos de Tóquio. Isso implica, quase garantidamente, a presença nos 16 primeiros”, disse o Diretor Técnico Nacional (DTN) José Machado, à agência Lusa.

O responsável admitiu que a presença em finais já exigirá tempos mais baixos do que os mínimos olímpicos: “Estou convencido que um nadador para obter uma marca dentro dos mínimos definidos para Tóquio muito certamente obterá uma classificação dentro dos 16 primeiros, a final já terá de ser um tempo mais abaixo”.

José Machado garantiu que os 10 nadadores que vão representar Portugal na competição, que decorre em Gwangju, entre domingo e 28 de julho, têm todos experiência em grandes competições.

“Todos eles já participaram em competições internacionais importantes, nomeadamente campeonatos de Europa e campeonatos do Mundo do escalão sénior”, disse, acrescentando: “Há quatro nadadores que já participaram nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro”.

Sem querer eleger uma figura na seleção de seis atletas masculinos e quatro femininos, o DNT referiu apenas que “à partida, quem está à frente são os nadadores que já obtiveram mínimos: Alexis Santos, Gabriel Lopes, Tamila Holub, Diana Durães e Ana Catarina Monteiro”.

Além destes, vão representar Portugal os nadadores Victoria Kaminskaya, Diogo Carvalho, João Vital, Miguel Nascimento e Tomás Veloso, naquela que será a maior comitiva das últimas edições de Mundiais de natação pura.

“Há quatro anos, em Kazan, tivemos cinco nadadores, há dois, em Budapeste tivemos sete e este ano chegámos aos 10”, disse José Machado, referindo que a seleção fez um estágio em Barcelona e outro em Macau, antes de partir para a Coreia do Sul.

– Convocados para os Mundiais de natação pura:

Ana Catarina Monteiro (Fluvial Vilacondense), 100 metros mariposa e 200 metros mariposa.

Diana Durães (Benfica), 400 metros livres, 800 metros livres e 1500 metros livres.

Tamila Holub (Sporting de Braga), 800 metros livres e 1500 metros livres.

Victoria Kaminskaya (Benfica), 200 metros bruços, 200 metros estilos e 400 metros estilos.

Alexis Santos (Sporting), 50 metros costas, 200 metros estilos e 4×200 metros livres.

Diogo Carvalho (Galitos de Aveiro), 4×200 livres.

Gabriel Lopes (Louzan Natação), 100 metros costas, 200 metros costas e 200 metros estilos.

João Vital (Sporting), 400 metros estilos.

Miguel Nascimento (Benfica), 50 metros livres, 100 metros livres, 200 metros livres e 4×200 metros livres.

Tomás Veloso (Clube Náutico Académico de Coimbra), 4×200 metros livres.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)