Rádio Observador

Brasil

Divulgar dados sobre desflorestação prejudica imagem do Brasil, diz Bolsonaro

Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais divulgou que mais de mil m2 de floresta tinham sido destruídos na primeira metade de julho sem informar o ministro do Ambiente. Bolsonaro não gostou.

Mas publicá-los como foi feito deixa o Brasil numa “situação complicada”, disse o Presidente

MICHAEL KLIMENTYEV/SPUTNIK/KREMLIN / POOL/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, voltou neste domingo a criticar a agência estatal que monitoriza a Amazónia, afirmando que o relatório que dá conta de que aumentou a desflorestação prejudica a reputação do país.

Um relatório que, disse Bolsonaro, surge quando há uma “psicose ambiental” no exterior sobre a proteção ambiental no Brasil.

O Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), uma instituição pública federal, vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, informou que aumentou o desmatamento da Amazónia e que dados preliminares de satélite indicavam que mais de mil quilómetros quadrados de floresta tinham sido destruídos na primeira metade de julho, um aumento de 68% face ao mesmo período do ano passado.

Os dados foram divulgados na quinta-feira e na sexta-feira o Presidente já tinha questionado as estimativas oficiais e dito que não acreditava nos números.

Neste domingo, Bolsonaro já não disse que eram dados falsos, mas disse que o Inpe deve coordenar os relatórios com altos funcionários do Governo.

Mas publicá-los como foi feito deixa o Brasil numa “situação complicada”, disse o Presidente citado no site de notícias G1, da rede Globo.

“A questão ambiental aí fora é na verdade psicose ambiental. Você tem que combater se tiver desmatamento, não é justo aqui dentro fazer campanha contra o Brasil. No mínimo, se o dado for alarmante, ele [Ricardo Magnus Osório Galvão, diretor do Inpe] deveria, em tom de responsabilidade, respeito e patriotismo, procurar o chefe imediato, no caso o ministro”, disse Bolsonaro.

E acrescentou, citado pelo G1: “Assim é que deve ser feito e não de forma rasa como ele faz, que coloca o Brasil em situação complicada”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)