Marina Joyce, uma youtuber britânica com mais de dois milhões de subscrições, foi dada como desaparecida nesta sexta-feira, avançou o BNO News, citando a polícia de Londres.

Joyce, com 22 anos, terá sido vista pela última vez no dia 31 de julho, e a denúncia de desaparecimento foi feita na polícia de Haringey, na última quarta-feira. “As autoridades estão a conduzir as buscas”, disse uma porta-voz da polícia ao jornal britânico.

Ainda não há mais detalhes sobre as circunstâncias do desaparecimento. Contudo, os últimos comentários feitos pela youtuber nas suas redes sociais foram publicados na noite do dia 24 de junho.

Marina Joyce tornou-se mundialmente conhecida em 2016, na sequência de uma polémica que envolveu o seus fãs. Na altura, alegaram que a youtuber usava os seus vídeos para, de forma dessimulada, fazer pedidos de ajuda. Rapidamente os rumores evoluiram para suspeitas nas redes sociais de que a youtuber estava sob sequestro e era vítima de violência doméstica. Depois disso, Joyce acabaria por confirmar que os seus vídeos eram mesmo pedidos de ajuda, mas tranquilizou os seguidores, afirmando que tinha conseguido sair da situação com o apoio de “pessoas queridas”.

Atualmente, a jovem tem mais de 3,6 milhões de seguidores nas redes sociais YouTube, Instagram, Facebook e Twitter.