Rádio Observador

Vaidades

Harry e Meghan Markle criticados por voarem a bordo de jatos privados

Os duques de Sussex estão a ser acusados de hipocrisia por usarem jatos privados nas suas férias. Harry e Meghan são conhecidos por usarem o seu mediatismo em prol das causas ambientais.

Samir Hussein/WireImage

É a segunda vez numa semana que Harry e Meghan Markle usam um jato privado para se deslocarem em tempo de férias, uma escolha de transporte que lhes está a valer várias críticas. Os duques de Sussex têm usado o seu mediatismo para promover causas ambientais, pelo que, segundo a imprensa britânica, estão agora a ser acusados de hipocrisia.

Na passada quarta-feira, Harry e Meghan deslocaram-se a bordo de um jato privado para viajar do Reino Unido até Nice, no sul de França, apenas dois dias após terem regressado a casa — estiveram antes em Ibiza, onde celebraram o 38.º aniversário da ex-atriz norte-americana, destino para o qual também voaram de jato privado. O casal foi para Ibiza a 6 de agosto e regressou a 12 do mesmo mês.

Ambas as deslocações acontecem semanas depois de Harry, que prometeu publicamente reduzir a sua pegada de carbono, ter sido criticado por se ter deslocado num avião privado para participar numa cimeira da Google em defesa do ambiente, a qual se realizou em julho na Sicília.

O tabloide britânico The Sun fez as contas: a viagem que o casal real fez a Nice criou sete vezes mais emissões de carbono por pessoa do que um voo comercial. O avião escolhido, um Cessna de 12 lugares, custa mais de 20 mil libras.

No sábado à noite, a deputada do Partido Trabalhista Teresa Pearce afirmou que tanto Harry como Meghan deviam “liderar pelo exemplo” no que diz respeito às questões climáticas. “Tendo em conta a posição que eles tomaram publicamente sobre serem responsáveis face às alterações climáticas, isto parece uma anomalia que eles deviam considerar”, continuou, citada pelo The Sun. “Cabe a todos nós cortar nas nossas emissões de carbono e no número de voos que fazemos todos os anos.”

View this post on Instagram

As a continuation of our monthly social awareness approach to shine a light on the accounts that are working towards positive change, for the month of July we turn our attention to the environment. There is a ticking clock to protect our planet – with climate change, the deterioration of our natural resources, endangerment of sacred wildlife, the impact of plastics and microplastics, and fossil fuel emissions, we are jeopardizing this beautiful place we call home – for ourselves and for future generations. Let’s save it. Let’s do our part. Quote from The Duke of Sussex: “Environmental damage has been treated as a necessary by-product of economic growth. So deeply ingrained is this thinking that it has been considered part of the natural order that humankind’s development comes at the expense of our planet. Only now are we starting to notice and understand the damage that we’ve been causing. With nearly 7.7 billion people inhabiting this Earth, every choice, every footprint, every action makes a difference.” *********************************************************** Please visit the accounts we are following this month for more details on how you can make great change and help save our planet. We can only do this together, and every little bit helps. ???? All photos included are from the above accounts

A post shared by The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) on

Ainda há duas semanas, Harry disse numa entrevista à Vogue britânica que ele e a mulher só querem ter dois filhos, uma decisão que reflete as suas preocupações ambientais. Em julho, o príncipe escreveu no Instagram que “todas as escolhas, todas as pegadas, todas as ações fazem a diferença”. É nesse mesmo post que se encontram alguns comentários de utilizadores indignados com o uso que os duques de Sussex têm feito de aviões privados.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: acmarques@observador.pt
Maternidade

Como dói um sonho quando morre /premium

Eduardo Sá

Arrasta-se para o carro. Chora, finalmente. Grita. Geme. Não acredita que nada daquilo esteja a acontecer. E confronta-se com o absurdo de ter um útero a servir de urna quando, antes, ele era só o céu

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)