A fundação que Leonardo DiCaprio criou há sensivelmente um mês, Earth Alliance, vai doar 5 milhões de dólares (cerca de 4,50 milhões de euros) para salvar a Amazónia dos fogos ininterruptos de que a região tem sido alvo. A partir da fundação em causa, também com os filantropos Laurene Powell Jobs e Brian Seth na ficha técnica, foi aberto um fundo de nome Amazon Forest Fund que tem como derradeiro destinatário as comunidades indígenas e outros parceiros locais que trabalham no sentido de proteger a biodiversidade da Amazónia das chamas que têm consumido aquela região.

“100% das doações vão para os parceiros que estão a trabalhar no terreno para proteger a Amazónia”, escreveu Leonardo DiCaprio no domingo na sua conta de Instagram. “[A fundação] Earth Alliance compromete-se a ajudar a proteger o mundo natural. Estamos profundamente preocupados com a atual crise na Amazónia”, continuou o ator. A legenda em questão é acompanhada por fotografias de povos indígenas, mas também da área florestal já consumida pelas chamas.

View this post on Instagram

#Regram #RG @earthalliance #EarthAlliance, launched in July by @LeonardoDiCaprio, Laurene Powell Jobs, and Brian Sheth, has formed an emergency Amazon Forest Fund with a commitment of $5 million dollars to focus critical resources for indigenous communities and other local partners working to protect the life-sustaining biodiversity of the Amazon against the surge of fires currently burning across the region. Join Us. 100 percent of your donation will go to partners who are working on the ground to protect the Amazon. Earth Alliance is committed to helping protect the natural world. We are deeply concerned about the ongoing crisis in the Amazon, which highlights the delicate balance of climate, biodiversity, and the wellbeing of indigenous peoples. To learn more or to donate, please visit ealliance.org/amazonfund (see link in bio) Photos: @chamiltonjames, @danielbeltraphoto 2017

A post shared by Leonardo DiCaprio (@leonardodicaprio) on

A fundação Earth Alliance já soma quase 700 mil pessoas na respetiva página de Instagram. Os fundos, acrescenta a Variety, vão remeter para cinco organizações locais, incluindo a Associação Floresta Protegida (Kayapo) e a Coordenação das Organizações Indígenas da Amazónia Brasileira (COIAB).

A Amazónia, a maior florestal tropical do mundo, tem sido alvo de intensos fogos que despertaram a atenção à escala global. No passado domingo, a título de exemplo, milhares pessoas, incluindo artistas como Caetano Veloso, mas também políticos e intelectuais brasileiros marcharam na praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, em defesa da Amazónia e contra o Presidente brasileiro Jair Bolsonaro.

Esta segunda-feira, dia 26 de agosto, o Presidente francês Emmanuel Macron anunciou que os países que compõem o G7 vão desbloquear uma ajuda de emergência no valor de 20 milhões de dólares (cerca de 18 milhões de euros), uma verba que visa o envio de aviões para o combate às chamas e ainda o financiamento de um plano de reflorestação.