Rádio Observador

Universidades

Católica sobe centenas de lugares e é a melhor universidade portuguesa em ranking mundial

4.712

A Católica só entrou para o ranking do Times Higher Education em 2018, tendo ficado entre as posições 601 e 800. Este ano, tornou-se na melhor universidade portuguesa, no grupo dos 351 a 400.

Esta é a 16ª edição do ranking desta publicação britânica que abrange a avaliação de cerca de cinco mil instituições

Paulo Spranger

A Católica passou a ser a melhor universidade portuguesa no ranking anual da Times Higher Education (THE) de 2020, divulgado esta quarta-feira, depois de ter subido centenas de posições.

A Universidade Católica só entrou no ano passado no ranking mundial da publicação britânica, tendo à data ficado entre as posições 601 e 800 — isto porque, a partir do 200º. lugar, as instituições agrupadas e não é possível saber classificação concreta nesse intervalo. Também o Instituto Politécnico do Porto, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e a Universidade de Évora entraram pela primeira vez nesse ano. No THE de 2019, a Católica era a oitava universidade portuguesa a aparecer na lista. A primeira era a Universidade do Porto.

Este ano, a Católica foi a única das 13 instituições nacionais que fazem parte do ranking mundial a subir na classificação relativamente ao último ano. Agora, aparece entre a posição 351 e 400 — tendo subido entre 450 posições a 200. Esta subida custou à Universidade do Porto o primeiro lugar: agora, é a Católica que ocupa o lugar mais alto do pódio e tem a melhor classificação de sempre de uma instituição portuguesa no THE.

A Universidade do Porto ocupa agora o segundo lugar. Segue-se a Universidade de Aveiro, de Lisboa, da Beira Interior, de Coimbra, o ISCTE, a Universidade do Minho, a NOVA, a Universidade do Algarve, de Évora, o Instituto Politécnico do Porto e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Oxford continua a ser a melhor do mundo há quatro anos

No panorama global, a Universidade de Oxford lidera o ranking da THE, pelo quarto ano consecutivo. A Universidade de Cambridge, também no Reino Unido, caiu uma posição, passando da segunda para a terceira posição. É agora o Instituto de Tecnologia da Califórnia a ocupar o segundo lugar do pódio, depois de registar a maior subida entre as dez melhores universidades do mundo.

O top 10 é ocupado apenas por universidades britânicas (três) ou norte-americanas (sete). Só no 13º. lugar é que sugre uma instituição que não é nem do Reino Unido, nem dos Estados Unidos: continuam a dominar este ranking. Se olharmos para o top 20, verifica-se que só há duas instituições não britânicas ou norte-americanas: o Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, na Suiça, ocupa o 13º. lugar e a Universidade de Toronto, no Canadá, em 18º.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: cbranco@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)