É uma das noites mais aguardadas em Londres. Todos os anos, o British Fashion Council distingue quem mais se destacou na área da moda, além de angariar fundos para projetos sociais, e a passadeira vermelha estendida à frente do Royal Albert Hall é um autêntico desfile de estrelas. Esta segunda-feira não foi exceção. Rihanna, Julia Roberts, Irina Shayk, Cate Blanchett e Naomi Campbell foram só uma amostra das celebridades que pisaram o evento. Sara Sampaio voltou a ser a representante de Portugal numa noite dedicada à moda.

Roberta Armani, Cate Blanchett, Giorgio Armani e Julia Roberts © Getty Images

A red carpet foi um misto de estilos. Estrelas como Julia Roberts, Naomi Watts e Alexa Chung seguiram silhuetas clássicas e vestiram-se de preto. Blanchett, Campbell Irina Shayk e Sara Sampaio não destoaram daquele que é tido como o visual glamoroso de uma gala de prémios. Mas, como sempre, houve lugar para extravagâncias. Foi o caso de Rihanna, que vestiu uma criação da própria marca — Fenty –, da atiz Emma Roberts, que optou por um vestido curto cm uma longa e inesperada cauda, e da também atriz Shailene Woodley, que deu nas vistas com uma criação de Pierpaolo Piccioli para a Moncler.

Donatella Versace e Rihanna © Getty Images

As atenções foram, em grande parte, dominadas pelas manequins. Nomes como Amber Valletta, Adut Akech, Winnie Harlow, Stella Tennant, Adwoa Aboah, Lara Stone e Erin O’Connor fixaram os índices de estilo da noite, sem esquecer o esquadrão Victoria’s Secret, representado por Stella Maxwell, Elsa Hosk e Cindy Bruna.

No que toca aos prémios propriamente ditos, houve mais de 20 nomes distinguidos. A italiana Bottega Veneta conquistou o galardão de Marca do Ano. O seu diretor criativo, o britânico Daniel Lee, acabou por conquistar outros três prémios na mesma noite: Designer do Ano, Designer Britânico do Ano na categoria Womenswear e Designer de Acessórios do Ano.

Adut Akech recebeu o prémio de Modelo do Ano © Getty Images

Rihanna subiu ao palco para aceitar o prémio Urban Luxe, atribuído à marca Fenty. O britânico Kim Jones foi considerado Designer Britânico do Ano na categoria Menswear, pelo trabalho desenvolvido na Dior. Rejina Pyo e Bethany Williams foram distinguidas como talentos emergentes britânicos nas áreas de womenswear e de menswear, respetivamente. Também Christopher Kane, Sarah Burton e (da Alexander McQueen) levaram prémios para casa. A sul-sudanesa Adut Akech foi considerada a Modelo do Ano.

Mas a noite também teve prémios em tom de homenagem. Aos 49 anos, Naomi Campbell foi eleita Fashion Icon, enquanto Giorgio Armani, de 85 anos, foi reconhecido com um prémio de carreira. Anna Wintour e Amanda Harlech subiram ao palco para homenagear KarlLagerfeld. Já o Award for Positive Change, que reconhece os principais agentes de mudança dentro da indústria da moda tendo em vista as questões climáticas, distinguiu seis personalidades, entre elas o português José Neves, fundador da Farfetch.

Naomi Campbell foi reconhecida com o prémio Fashion Icon © Getty Images

Na fotogaleria, veja os visuais que marcaram a passadeira vermelhas destes Fashion Awards.