Sarah Ferguson deu recentemente uma entrevista à Vogue Arabia, em que falou do escrutínio mediático de que tem sido alvo Meghan Markle, da sua relação com a Princesa Diana e ainda do escândalo em que está envolvido o príncipe André — seu ex-marido —, devido à ligação a Jeffrey Epstein, o milionário norte-americano que foi detido por suspeitas de tráfico sexual e abuso de menores e que se terá suicidado na prisão.

A Duquesa de York explicou que os últimos meses têm sido muito difíceis, tanto para ela como para as filhas, as princesas Beatrice e Eugenie, e considerou que tudo não passa de um “disparate”.

Ver um homem tão maravilhoso passar por tamanha dor. Ele é o melhor homem que conheço. É simplesmente incrível o que ele faz pelo Reino Unido e é tudo um disparate.”

Quanto à monarquia britânica, Sarah Ferguson — ou Fergie, como muitas vezes é apelidada — não poupou elogios à Duquesa de Sussex. Diz que percebe perfeitamente aquilo pelo qual Meghan Markle está a passar e descreve-a como sendo “fantástica”.

Deve ser difícil para Meghan, consigo pôr-me na sua situação. Acho que ela é moderna e fabulosa. (…) Ela é fantástica. Por que não pode a Meghan ser fantástica? Por que não pode ser celebrada?”, afirmou a ex-mulher do príncipe André, acrescentando que já passou pelo mesmo escrutínio e “continua a passar”. “Abomino o bullying e lamento muito a dor pela qual devem [Meghan e Harry] estar a passar, porque já passei por isso.”

A Duquesa de York falou ainda da forma como lidou com as críticas e coma perseguição dos média, de que foi alvo desde o seu casamento com o príncipe André em 1986, e do efeito a nível psicológico que isso teve. “A Beatrice diz sempre que sou a pessoa mais incompreendida. Eu concordo.”

Relativamente à princesa Diana, deu a entender que ambas tinham uma excelente relação. “[À monarquia britânica] trouxe regras de etiqueta moderna e diversão, com Diana, a princesa de Gales. A Diana e eu divertimo-nos imenso. Divertimo-nos mesmo, sem dúvida. Gostava muito dela“, contou Sarah Ferguson.