537kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 32.99/mês aqui.

Nick Cave vai doar 450 mil euros para ajudar a Austrália

Este artigo tem mais de 2 anos

Nick Cave anunciou no Instagram que vai doar 500 mil dólares (450 mil euros)para ajudar as organizações que lutam para combater os incêndios que devastam a Austrália desde outubro.

Nick Cave segue-se a Pink e a Elton John que também já fizeram doações à causa
i

Nick Cave segue-se a Pink e a Elton John que também já fizeram doações à causa

Zoltan Balogh/EPA

Nick Cave segue-se a Pink e a Elton John que também já fizeram doações à causa

Zoltan Balogh/EPA

Nick Cave anunciou que vai doar 450 mil euros (meio milhão de dólares) para ajudar as vítimas dos incêndios que assolam a Austrália, o seu país de origem, desde outubro de 2019.

“As nossas orações estão com aqueles que foram afetados pelos fogos que estão a destruir a nossa adorada Austrália”, escreveu o cantor no Instagram. O artista revelou ainda que vai doar “500 mil dólares para as muitas organizações que têm desenvolvido trabalho corajoso e altruísta para ajudar as comunidades e a vida selvagem”. Nick Cave segue assim de o exemplo de outras figuras públicas, como Pink, Elton John e Metallica, que também anunciaram donativos para a causa.

Os fogos têm provocado a morte a milhões de animais, com as últimas estimativas a apontar para um número que ronda os 480 milhões. Arderam já cerca de 10 milhões de hectares no país, que custaram a vida a pelo menos 25 pessoas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.