Os bombeiros australianos estão esta sexta-feira a combater várias frentes de fogos, especialmente no leste da Austrália, com a deterioração das condições climatéricas a aumentar o risco de incêndio em diferentes locais.

As situações mais graves registam-se sobretudo nos estados de Victoria e de Nova Gales do Sul (NSW), bem como na ilha Kangaroo, a sudoeste de Adelaide, no estado do Sul da Austália, de acordo com dados recolhidos pela Lusa junto dos serviços de emergência de bombeiros.

As áreas mais críticas são as zonas montanhosas, na fronteira entre os estados de NSW e de Victoria, onde várias frentes de fogos, algumas das quais com centenas de quilómetros, estão a unir-se, como na região Alpina e em Gippsland, no sul de NSW e na região nordeste de Victoria. A capacidade de resposta dos bombeiros é prejudicada pelos acessos difíceis e pelo vento forte.

Vídeo. Bombeiros norte-americanos recebidos com aplausos na chegada à Austrália

Os serviços de emergência do estado de Victoria emitiram já vários alertas para as populações de diferentes localidades para que abandonem de imediato as suas casas. Na página na internet, os alertas de “evacuação imediata” abrangem cerca de 30 localidades e regiões.

Muitos residentes já se deslocaram para localidades consideradas seguras e onde estão instalados serviços de emergência civis e militares, para apoiar as populações afetadas.

De acordo com o serviço de incêndios rurais de Nova Gales do Sul, dois fogos, um procedente do estado de Victoria e outro de NSW, estão praticamente unidos, na zona da Reserva Natural de Clarkes Hill.

A previsão é de perigo severo ou extremo” na costa sul e em outras zonas do sul do estado de Nova Gales do Sul”, indicaram aqueles serviços, sublinhando que “as atuais condições tornam o comportamento dos fogos mais errático e perigoso”.

Na ilha Kangaroo, onde as chamas destruíram já mais de um terço da área, os incêndios continuam a ameaçar grande parte do resto da zona. Grande parte da ilha está sem serviço elétrico, devido à destruição de várias subestações e algumas das principais linhas de distribuição, indicou a entidade responsável SA Power Networks.

O fumo dos incêndios na Austrália já chegou à América do Sul

Equipas do Kangaroo Island Wildlife Park, apoiadas por voluntários, estão a trabalhar para tentar proteger os animais do fogo, com o risco de incêndio a baixar ligeiramente apesar de se manter a ameaça. Equipas de veterinários do exército australiano têm dado apoio urgente a animais autóctones, nomeadamente coalas, cangurus, águias e gambás.