“Uuh… Isto cheira à minha vagina.” Gwyneth Paltrow disse-o durante uma conversa com o perfumista Douglas Little, quando os dois trabalhavam em conjunto para criar uma nova fragrância. O que começou por ser uma brincadeira entre os dois, acabou por ser o nome dado à vela posta à venda no site da Goop, a empresa criada pela atriz norte-americana e que vende um pouco de tudo.

Poucas horas depois de a vela “This Smells Like My Vagina” (isto cheira como a minha vagina) ter sido disponibilizada online, o produto esgotou. O stock já está a ser reposto e, enquanto não chega, os compradores interessados podem deixar o seu nome numa lista de espera.

O preço? Nos Estados Unidos, 75 dólares. Na Europa, 67 euros. Mais portes de envio, claro.

E a que cheira a vela? A muitas coisas, entre elas gerânio, bergamota e rosas

A história de como tudo começou foi contada no próprio site da Goop. Inicialmente, na descrição do produto, contava-se como Little e Paltrow primeiro tinham chegado a um cheiro pouco agradável que evoluiu para um perfume sofisticado. O nome da piada inicial ficou. Mais tarde, essa parte foi retirada do site, estando agora apenas disponível a descrição do cheiro da vela.

E a que é que cheira o “This Smells Like My Vagina”? A algo muito diferente do que o nome poderia sugerir: é  um “perfume engraçado, lindo, sexy e maravilhosamente inesperado”, com toques de “gerânio, bergamota cítrica e cedro justapostos com sementes de rosas e ambretas de damasco”, explica-se no site.

O objetivo é que a fragrância lembre “fantasia, sedução e um calor sofisticado”.

Na primeira descrição da vela, entretanto retirada do site, contava-se como tinha surgido o nome do produto

Em 2015, a atriz já se tinha envolvido numa polémica quando defendeu os benefícios de vaporizar a vagina. No seu site, lançado no outono de 2008, Paltrow falava sobre um spa em Santa Monica, nos Estados Unidos, e de um tratamento aí disponibilizado.

O “Mugworth V-Steam”, como é chamado, é considerado pela atriz o “bilhete dourado” do Tikkun Spa: “Sentamo-nos no que é, essencialmente, um mini-trono e uma combinação de infravermelhos e vapor de artemísia [uma espécie de planta] limpa-nos o útero. (…) Dá-nos energia — não é apenas uma sauna — e ajuda a equilibrar os níveis das hormonas femininas. Se vive em Los Angeles, tem de experimentar.”