Apenas 12 dias depois de terem casado, Pamela Anderson e o produtor Jon Peters separaram-se. Na notícia avançada pelo canal E Entertainement (e entretanto confirmada por vários outros meios norte-americanos) lê-se que o relacionamento chegou ao fim menos de um mês depois da cerimónia secreta que os juntou em matrimónio na cidade de Malibu, na Califórnia (EUA).

“Fiquei muito tocada pelo apoio demonstrado pela minha união com o Jon”, lia-se no início de uma declaração que a atriz de 52 anos enviou ao canal E! News. “Agradecíamos que continuassem a demonstrar esse carinho, agora que decidimos seguir caminhos diferentes e tirar algum tempo para re-avaliar aquilo que queremos da vida e da nossa relação”, escreveu ainda.

“A vida é uma viagem e o amor é um processo”, lia-se também no dito comunicado. “Com isso em mente decidimos mutuamente terminar formalmente o nosso casamento e depositar a nossa fé no tal processo.” O comunicado termina com uma agradecimento e o pedido de que respeitem a privacidade dos agora ex-marido e mulher.

Em meados de janeiro, a atriz e modelo surpreendeu os fãs ao anunciar que tinha casado, isto porque pouco antes a estrela de “Marés Vivas” tinha terminado o relacionamento de dois anos com o futebolista francês Adil Rami, que chegou a acusar de violência doméstica e abusos.

Jon já tinha falado com o The Hollywood Reporter para dizer que existiam “raparigas bonitas em todo o lado” e que ele “podia ter escolhido qualquer uma”, mesmo assim “há 45 anos que só queria Pamela”.

Pamela Anderson já foi casada (duas vezes) com o jogador de póquer Rick Salomon e com os músicos Kid Rock e Tommy Lee — com este último teve dois filhos, Brandom Thomas Lee e Dylan Jagger Lee.

Já Jon, que produziu o filme fenómeno “A Star Is Born” (com Lady Gaga e Bradley Cooper), esteve casado com Henrietta Zampitella, Lesley Ann Warren, Christine Forsyth-Peters e Mindy Peters. Tem cinco filhos de três mulheres.