“Quero que alguém me mate”, diz Quaden Bayles no vídeo partilhado pela mãe e citado pelo El Mundo. “Quero morrer agora mesmo”. A gravação foi publicada pela mãe, Yarraka Bayles, com o objetivo de aumentar a consciencialização sobre os efeitos do bullying nas escolas.

A criança australiana de nove anos nasceu com Acondroplasia, um tipo de nanismo, e sofre de “bullying constante” por causa da doença, explica a mãe no vídeo, que mostra Quaden a chorar no carro, depois de um colega de escola ter gozado com a sua altura. “Isto é o que o bullying faz”, afirma Yarraka Bayles por trás da câmara, “e perguntamos porque é que as crianças se estão a suicidar”.

A mãe de Quaden espera que as “escolas façam um melhor trabalho a educar outras crianças sobre deficiência”, para que o seu filho possa ser poupado do abuso que já o levou a múltiplas tentativas de suicídio.

O vídeo, partilhado na terça-feira, já se tornou viral e levou a uma onda de apoio nas redes sociais, que inclui os atores Hugh Jackman e Mark Hamill e várias equipas de desporto australianas.