Nas últimas semanas, o foco tem sido a Covid-19, mas empresas tecnológicas como a Apple, a Nokia, a Microsoft ou a Sony continuaram a apresentar algumas novidades. Deixamos aqui as principais novidades da indústria tecnológicas das duas últimas semanas. E fica uma promessa: não têm nada a ver com o vírus que nos obriga a ter de estar em casa.

Apple apresenta um iPad que parece um computador, um novo Macbook Air, mas nada de iPhone 9

Na passada quarta-feira, a Apple divulgou um novo iPad Pro e uma nova versão do computador portátil Macbook Air. Apesar de os rumores apontarem para que, com estas novidades, aparecesse também um iPhone low-cost, a empresa criada por Steve Jobs anunciou apenas estes dois produtos. Contudo, vêm apetrechados das novidades que os fãs pediam.

Com o novo iPad Pro a Apple diz, sem rodeios, que o próximo computador do consumidor não é um computador. Este tablet tem compatibilidade com uma capa teclado que permite controlar o aparelho com um trackpad, como num portátil. A ideia não é nova — os equipamentos híbridos Surface, da Microsoft, utilizam este conceito desde 2012. Contudo, é a primeira vez que a Apple lança um iPad assim.

[No YouTube, a Apple a publicou um vídeo a mostrar as vantagens do design do novo iPad Pro]

Este equipamento já está disponível na internet a partir de 909 euros em duas versões: 11 e 12,9 polegadas. A capa com rato embutido, só ficará disponível em maio. Esta proteção, além de ser também um teclado, permite ver o ecrã do iPad de forma inclinada e manuseá-la como um ecrã de portátil.

Quanto ao MacBook Air, a Apple ouviu os críticos dos últimos modelos e esta versão vem equipada com um novo teclado semelhante ao das versões de 2017 (as versões de 2018 e 2019 tinham teclados mais finos e menos confortáveis). Além desta novidade, o equipamento tem um processador mais potente quando comparado com a edição de 2019, mais memória interna e uma placa gráfica melhorada.

A Nokia entrou na corrida dos telemóveis 5G

O Nokia 8.3 é o primeiro smartphone 5G da marca

A Nokia pode ser uma das principais empresas que fabrica componentes 5G para as próximas infraestruturas de rede de alta-velocidade que vão substituir o 4G. Contudo, a marca de smartphones com o mesmo nome, que é detida pela HMD Global, não tinha acompanhado o passo, até agora. Na última quinta-feira, foram anunciados três novos smartphones, sendo um deles com 5G: o Nokia 8.3 5G.

Além deste modelo a empresa anunciou também o Nokia 5.3, o Nokia 1.3 e o Nokia 5310. Contudo, é o modelo 5G que merece o maior destaque. “Hoje, iniciamos um novo capítulo para a HMD Global, ao entrarmos no 5G com um smartphone verdadeiramente global e à prova de futuro”, promete Florian Seiche, presidente executivo da HMD Global.

O equipamento vai estar à venda a partir do verão de 2020 e tem um preço recomendado de 599 euros. O Nokia 8.3 5G tem uma câmara quadrupla PureView com lentes ZEISS (a marca tem uma parceria com a Nokia). De acordo com comunicado da empresa, esta câmara permite “captar tudo sem limites”.

A Microsoft e a Sony mostraram o que está por dentro das consolas do futuro: a Xbox Series X e a PS5

A 16 de março, a Microsoft anunciou as especificações completa da sua próxima consola de jogos, a Xbox Series X. A 17 de março, a concorrente Sony anunciou as especificações completas da sua próxima consola de jogos, a PlayStation 5 (PS5). Já percebeu, não é? A próxima guerra de consolas já começou. Para já, espera-se que as duas sejam lançadas no final de 2020. Até lá, as empresas vão deixar novidades. Ao lado, fica a Nintendo, com a já lançada Switch, que continua a ter vendas a subir em flecha.

Resumidamente, tanto a Xbox Series X como a PS5, são — como já era esperado — bastante potentes. Discos SSD, teraflops de processamento, os termos técnicos são longos (os links nas consolas explicam isso com bastante detalhe). Tanto uma como outra vão ter, finalmente, armazenamento interno e processadores, imagem com definição 4K, e tudo com preços e funcionalidades mais acessíveis do que computadores de última geração.

Mesmo assim, na internet, mesmo sem as consolas estarem lançadas, e só se saber o design da Xbox Series X, já há a discussão: qual é a mais potente? Os dois lados discutem, mas não parece haver resposta. No final, como tem sido norma no lançamento de cada nova geração de consolas, tudo vai depender de uma coisa: os jogos que vão ter. E isso ainda não se sabe.