O iPhone 9, ou SE 2, pode ser o próximo smartphone da Apple a chegar ao mercado. Para já, só há rumores —a empresa liderada por Tim Cook ainda não confirmou o lançamento, mas os principais meios de notícias de tecnologia sobre a empresa, como o MacRumors ou o 9to5Mac, já falaram sobre este novo iPhone “low-cost” [de “baixo preço”, em português], apontando como data prevista de lançamento o próximo mês de março. Agora, o NikkeiAsianReview avança que a nova estirpe do coronavírus atrasou os planos da empresa. Reunimos o que já se sabe sobre o possível iPhone 9.

Vai haver mesmo um novo iPhone low-cost?

A notícia mais recente sobre este iPhone está relacionada com o coronavírus, uma doença que terá começado na Ásia, na região de Wuhan, e que já infetou dezenas de milhares de pessoas. Por causa do coronavírus, a Apple viu-se obrigada a comunicar aos investidores que vai falhar as metas de receitas operacionais para o trimestre que termina em março. Na sequência do anúncio, teve uma desvalorização de 34 mil milhões de dólares em apenas um dia.

Estas metas implicavam que a empresa ia produzir menos 15 milhões de unidades de um novo equipamento, revelou o NikkeiAsianReview, citando fontes próximas da empresa. Como o evento anual da Apple já aconteceu em setembro e revelou aqueles que são os novos modelos de iPhone — e o próximo evento anual só deverá acontecer em setembro de 2020 —, especula-se que este novo equipamento seja o tal iPhone mais barato que tanto tem sido alvo de rumores nos sites da especialidade. A notícia do NikkeiAsianReview indica, então, que há um novo modelo a ser produzido.

Como é que se vai chamar?

De acordo com o 9to5Mac, que tem agregado os rumores principais (e que parecem mais legítimos) sobre o novo produto, tudo indica que se deverá chamar iPhone 9 ou iPhone SE2 (SE significa special edition, em português: edição especial). Quando a Apple anunciou o iPhone X (10 romano), saltou o número 9. Se optar por lançá-lo agora, é possível que acabe por posicioná-lo numa gama mais baixa do que os iPhone 11, os atuais topo de gama da marca, já no mercado.

Como é que vai ser o design?

Aqui, os rumores têm divergido. O que não falta na internet são imagens de possíveis futuros modelos do iPhone. São verdadeiras? Provavelmente, não. Por norma, há bastantes notícias falsas sobre possíveis futuros produtos da Apple. De acordo com o o Blog iGeek, e maioria dos outros blogues análogos que têm partilhados rumores, o novo iPhone terá o tamanho do iPhone 8, com um ecrã de 4,7 polegadas. Ou seja, para quem esperava um iPhone com o tamanho do SE, com 4 polegadas — um tamanho mais perto do que Steve Jobs, fundador da Apple, dizia ser o ideal para um smartphone –, não o vai ter.

Ao contrário dos atuais topo de gama da marca, espera-se que este modelo do iPhone tenha um botão físico de menu no fundo do dispositivo, que também serve como sensor de impressões digitais. Desde o iPhone X que a Apple tem lançado apenas modelos de smartphones com ecrã de canto a canto, sem botões físicos e com um entalha — o notch — no topo para a câmara e sensores frontais.

Quanto é que vai custar?

Apesar de o nome não ser oficial, o termo “low-cost” tem aparecido em várias feitas com base nestes rumores. Contudo, o preço pode não ser tão barato como julga. Afinal, vai ser um produto da Apple, que é conhecida por não ter equipamentos baratos no mercado quando comparada com os preços da concorrência. Segundo a FastCompany, o novo iPhone vai custar “menos de 500 dólares”. Ou seja, cerca de 473 euros. A mesma revista diz que poderá custar 399 dólares (cerca de 370 euros). Em Portugal, seguindo os preços que têm sido praticados pela empresa, ficará, pelo menos, à volta dos 440 euros.

Para pôr em comparação: este valor é menos 195 euros do que o salário mínimo em Portugal continental. Pode ser low-cost para alguns, mas para a maioria da população não o será, em comparação com outros smartphones no mercado. Contudo, atualmente, o iPhone mais barato que a Apple está a vender em Portugal é o iPhone 8, lançado em 2017, com um custo mínimo de 549 euros.

O que traz de novo?

A ser divulgado, o possível iPhone SE2 ou 9 deverá ter os novos processadores móveis A13 da Apple (são os mesmos dos topo de gama) e uma câmara com a maioria das funcionalidades do iPhone 11. De acordo com o Macrumors, o equipamento deverá ser vendido em duas versões de 64GB e 128GB de capacidade.

Quando é que é anunciado?

Se for anunciado em março, a Apple poderá lançar o equipamento a 3 de abril, escreve o 9to5Mac. Contudo, os rumores de um modelo menos caro do iPhone não são novos. Desde pelo menos 2018 que existe a expetativa de que a Apple lance uma nova versão do iPhone SE, que tem um ecrã mais pequeno. Este modelo SE, lançado em 2016, foi um dos principais best-sellers da empresa e foi anunciado em março (um mês em que só costuma fazer eventos para produtos diferentes do que os que costuma lançar).

Assim, se a Apple tiver um evento no próximo mês, há expectativa que seja para revelar este novo smarpthone. Contudo, em 2019, já havia este rumor mas a empresa acabou por anunciar apenas a sua versão do Netflix, o Apple+.