O Instituto Nacional de Estatística (INE) confirmou esta quarta-feira a expressão “praticamente nula” da atividade turística em abril, com os hóspedes em alojamento turístico a diminuírem 97,4% e as dormidas 97%, em termos homólogos, devido à pandemia.

Na estimativa rápida publicada em 29 de maio, o INE tinha estimado um recuo de 97,1% nos hóspedes em alojamento turístico (hotelaria, alojamento local com 10 ou mais camas e turismo no espaço rural/de habitação) e de 96,7% das dormidas em abril face ao mês homólogo do ano passado.

“A informação deste destaque, respeitante a abril, reflete efeitos da pandemia Covid-19, quer no comportamento da atividade turística, quer na quantidade de informação primária disponível para a compilação dos resultados apresentados”, refere.