O uso de máscara vai passar a ser obrigatório na Catalunha, apesar do local ou distância social. A medida foi aprovada esta quarta-feira pela Proteção Civil da Catalunha e entra em vigor na próxima quinta-feira, anunciou o presidente desta comunidade autónoma, Quim Torra.

A proposta foi levada na passada terça-feira pela conselheira regional da saúde, Alba Vergés, à reunião do executivo regional, no sentido de fazer passar a legislação o mais rapidamente possível.

As comunidades autónomas espanholas são competentes em matéria de saúde, o que inclui as medidas de luta contra os surtos de Covid-19, e a utilização de máscara não era obrigatória até agora, se fosse respeitada uma distância social de segurança.

O ministro da Saúde espanhol, Salvador Illa, já tinha apoiado esta medida em declarações esta manhã feitas à Catalunha Rádio. “A máscara já é obrigatória, se não houver uma distância suficiente. Mas não me parece mal que a Generalitat [Governo regional catalão] reforce esta medida”, afirmou.

Até ao momento, já foram registados mais de 62 mil casos de Covid-19 na Catalunha, cerca de 25% do total de casos registados em toda a Espanha. Após um decréscimo acentuado do número de casos em todo o país, e também na Catalunha, um novo surto apareceu na região de Segriá, o que na semana passada levou as autoridades regionais a isolar a região.