Não é muito normal mas também acontece: depois de alguma imprensa desportiva ter começado a avançar com o acordo feito pelo FC Porto para a contratação de Carraça, os dragões oficializaram a chegada do lateral direito nas suas plataformas oficiais deixando mesmo o texto com essa referência “em atualização”, quase como se tivesse sido uma surpresa no plano interno também. Ainda assim, o mais relevante está acertado e o capitão do Boavista, um dos melhores dos axadrezados sobretudo até depois da pandemia, assinou contrato por quatro temporadas.

“Carraça é reforço do FC Porto e assinou com o clube um contrato válido por quatro temporadas, até 2024. Rui Filipe Caetano Moura, conhecido no mundo do futebol como Carraça, começou a formação no Folgosa da Maia e daí saiu para o Maia antes de rumar ao Boavista em 2008. Depois de jogar nos escalões de Sub-15, Sub-17 e Sub-19, estreou-se pela equipa principal dos axadrezados em 2012, mas viria a ser cedido por empréstimo a Tondela (2014/15) e Santa Clara (2015/16). Em 2016/17 fixou-se definitivamente na equipa do Boavista e nas últimas quatro temporadas apontou um total de seis golos com a camisola axadrezada. Carraça é o primeiro reforço dos campeões nacionais para 2020/21″, anunciaram os azuis e brancos no seu site oficial.

“Olá portistas, daqui fala o Carraça. É uma alegria enorme poder representar este clube e vestir esta camisola do campeão nacional. Um grande abraço a todos”, referiu o lateral numa mensagem deixada nas redes sociais. Carraça chegou ao Dragão a custo zero, após ter terminado contrato com o Boavista no final desta época.

O jogador de 27 anos realizou em 2019/20 30 jogos no Campeonato, num total de 2.574 minutos. Chega agora aos azuis e brancos para discutir uma posição por onde andou também Jesús Corona em alguns encontros com Wilson Manafá, deixando antever que, além do mexicano, que tem muito mercado e vários clubes interessados, também Tomás Esteves poderá estar de saída caso surja uma proposta vantajosa pelo jovem lateral portista.