É já no próximo dia 23 de outubro que a cidade se assume como palco para a apresentação e debate de ideias e projetos relacionados com moda sustentável. A conferência Sustainable Fashion Business surge no âmbito de Lisboa: Capital Europeia Verde 2020 e pretende expor Portugal como o melhor local para desenvolvimento e produção de marcas de moda internacionais no que toca à sustentabilidade.

No decorrer da conferência serão apresentados casos de sucesso, todos eles de marcas e negócios que escolheram o nosso país para produzir bens na área da moda. Na dianteira da inovação estão empresas como a LMA Textiles, a Scoop e o Grupo Valérius. De fora, chegam representantes de marcas e organizações internacionais, caso de Yael Gairola, diretora de operações da Pangaia e de Laura Balmond, responsável pelo programa Make Fashion Circular da Fundação Ellen MacArthur.

O programa continua em atualização, pelo que outros nomes podem surgir na agenda do evento, que terá lugar na Academia das Ciências de Lisboa e terá como anfitrião José Sá Fernandes, vereador do Ambiente, Clima, Energia e Estrutura Verde da Câmara Municipal de Lisboa. Também o ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, marcará presença.

Além dos nomes que compõem o painel, será possível encontrar uma área expositiva, com marcas e projetos made in Portugal ética e ambientalmente relevantes. A lista de oradores está disponível online, onde em breve também estará o formulário de inscrição — que é gratuita, mas limitada à capacidade do recinto. A conferência conta com a produção da Kind Purposes, consultora portuguesa especializada em soluções sustentáveis na área da moda.