A construção do novo “Parque da Cidade” de Oliveira do Bairro, investimento superior a 400 mil euros que será implantado no atual Parque dos Pinheiros Mansos, “já arrancou”, anunciou a autarquia presidida por Duarte Novo.

“Já se iniciaram os trabalhos de construção do “Parque da Cidade” de Oliveira do Bairro, com um investimento superior a 400 mil euros e prazo de execução de quatro meses”, confirmou esta autarquia do distrito de Aveiro, que cumpre uma promessa feita no ano passado: iniciar a construção do Parque durante 2020.

O município bairradino garantiu um financiamento de 155.093,65 euros, correspondente a 75% do investimento elegível (206.791,55 euros), por parte do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e Fundo de Coesão (FC), na sequência de uma candidatura apresentada no âmbito da promoção da adaptação às alterações climáticas e prevenção e gestão de riscos.

“O projeto vai criar uma área verde urbana com cerca de 27.200m2, que permitirá a ligação pedonal e ciclável entre os vários equipamentos escolares e desportivos existentes na envolvente”, descreve Jorge Pato, vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro.

Na apresentação do novo Parque, no final de 2019, Jorge Pato avançou “que o projeto pretende valorizar e preservar o Parque dos Pinheiros Mansos, pulmão da cidade, aproveitando as suas potencialidades paisagísticas, ecológicas, sociais e florestais, de modo a contribuir para o desenvolvimento sustentável do concelho”.

O Parque dos Pinheiros Mansos fica situado junto ao Parque Desportivo Municipal de Oliveira do Bairro, que integra um estádio de futebol, um campo de jogos de piso sintético para futebol de cinco, um pavilhão, piscinas cobertas, dois campos de ténis, dois de padel e um parque infantil, dispondo de um amplo parque de estacionamento.

Nas imediações situam-se ainda a ainda a Escola Secundária de Oliveira do Bairro, a Escola do 1.º Ciclo e Ensino Básico e Jardim de Infância e o Instituto Profissional da Bairrada.

“A intervenção a realizar neste parque prevê a plantação de 300 árvores autóctones, de forma a aumentar a área de sombra e promover a melhoria da capacidade adaptativa e diminuição da vulnerabilidade dos impactes das alterações climáticas, quer ao nível da ocorrência de períodos de seca e ondas de calor, quer em caso de ocorrência de fenómenos extremos”, explicou o vice-presidente.

O futuro Parque da Cidade disporá de percursos pedonais e cicláveis, estações de exercícios com equipamentos desportivos executados em madeira, sinalética própria, uma escada e pontes de atravessamento. As três lagoas principais existentes irão ser protegidas com guardas de proteção em madeira.

“A vala existente será recuperada e tratada, através de técnicas de engenharia natural, de forma que a intervenção não colida com a naturalidade presente no espaço”, garante a autarquia.

A comparticipação financeira do FEDER/FC para o Parque da Cidade de Oliveira do Bairro prevê ainda um plano de comunicação, que tem como objetivo “despertar os cidadãos para a importância da preservação do meio natural e florestação, bem como para a proteção dos recursos hídricos, tendo em vista a adaptação do concelho às alterações climáticas”.

Oliveira do Bairro conta, desde dezembro de 2018, com um Plano Estratégico de Adaptação às Alterações Climáticas. Neste âmbito, o município avançou, no início de 2019, com trabalhos de aproveitamento de águas das chuvas no Parque dos Pinheiros Mansos, através da construção de um poço de infiltração junto à bacia de retenção natural.