É mais uma das implicações da saída do Reino Unido da União Europeia. A partir de outubro de 2021, quem viajar para aquele país vai precisar de passaporte, anunciou o governo britânico, em comunicado. Quer os cartões de cidadão, quer os bilhetes de identidade deixarão de ser válidos para quem quiser entrar no Reino Unido.

“Os passaportes serão um requisito para entrada no Reino Unido a partir de outubro de 2021”, refere a nota publicada no site do governo britânico, que justifica a decisão com o facto de os cartões de identidade serem dos documentos “menos seguros“.

Os cartões de identidade estão entre os documentos menos seguros identificados na fronteira e o fim do seu uso fortalecerá nossa segurança, assim que o Reino Unido retomar o controlo de suas fronteiras no final do período de transição”, explica a mesma nota.

As medidas abrangem os países da União Europeia, do espaço económico europeu (como a Noruega e a Islândia) e a Suíça. Ficam excluídos os cidadãos que estejam protegidos pelo acordo de saída (o “Withdrawal Agreement”), incluindo os que sejam elegíveis ao “Settlement Scheme”, o programa criado pelo Reino Unido para autorizar os europeus e familiares a continuarem a viver no país.

O Reino Unido saiu da União Europeia a 31 de janeiro deste ano.