A final da Supertaça de voleibol entre Benfica e Sporting de Espinho, prevista para 21 de outubro, em Gondomar, foi adiada, dado os ‘tigres’ se encontrarem em isolamento profilático devido à pandemia de Covid-19, anunciou esta sexta-feira a federação.

De acordo com a Federação Portuguesa de Voleibol (FPV), que determinou o adiamento no “cumprimento das normas regulamentares”, a final de 2020 da Supertaça, prevista para o Multiusos de Gondomar, foi adiada para “data a comunicar oportunamente”.

A decisão vem no seguimento de um e-mail enviado à FPV pelo Sporting de Espinho, informando que, “por determinação da Unidade de Saúde territorialmente competente, os elementos da equipa técnica e jogadores do clube terão de cumprir um isolamento profilático até 27 de outubro, devido à Covid-19″.

Tendo em consideração que os campeonatos nacionais da temporada de 2019/2020 não chegaram ao fim – assim como a Taça de Portugal de masculinos -, devido à pandemia de covid-19, a Supertaça de 2020 teve um figurino diferente do habitual.

Alargada a seis participantes, com uma fase de dois grupos e outra a eliminar (meias-finais e final), a Supertaça de 2020 teve como participantes as equipas do Benfica, Sporting, Fonte Bastardo, Sporting de Espinho, Académica de São Mamede e Leixões. Na lista dos vencedores deste troféu, habitualmente disputado pelo campeão nacional e pelo vencedor/finalista da Taça de Portugal, o destaque vai para o Benfica, que triunfou em oito das últimas nove edições da Supertaça.