O Governo vai dar mais 30 a 45 dias úteis, após o 25 de dezembro, para que as pessoas possam efetuar trocas e devoluções dos presentes recebidos pelo Natal. O Correio da Manhã avança, com base em fontes ligadas ao processo, que os consumidores vão ter, pelo menos, até ao final de janeiro de 2021 para realizar as trocas, permitindo assim que sejam ultrapassados os 30 dias legais para o efeito.

A iniciativa tem por base promover a antecipação das compras e evitar ajuntamentos nesta altura do ano. A medida vai ser formalizada numa questão de dias. Para tal, o Governo vai estabelecer protocolos com as associações de lojistas — as lojas que aderirem vão receber um selo de confiança e segurança a ser exibido junto às portas dos respetivos estabelecimentos.

Ao CM, o Ministério da Economia confirma que o Governo “tem vindo a preparar uma campanha neste âmbito”, sendo que “os pormenores serão conhecidos em breve”.