Armindo Araújo venceu hoje o Rali Terras d´Aboboreira, assumiu a liderança do Campeonato de Portugal de ralis e adiou a decisão do título para a última prova de 2020, o Rali do Algarve.

Numa prova onde Adrien Fourmaux (Ford Fiesta R5) venceu cinco das seis classificativas, uma penalização de dois minutos ao francês acabou por dar a vitória no rali ao penta campeão nacional, que também assumiu a liderança do campeonato, ultrapassando na geral Bruno Magalhães (Hyundai i20 R5), que em Amarante não foi além da quarta posição, a mais de um minuto do vencedor.

Ricardo Teodósio (Skoda Fabia R5), campeão nacional em título, terminou no segundo lugar, a 32,4 segundos do vencedor, com Miguel Correia (Skoda Fabia R5) a fechar o pódio, com mais 59,7 segundos, que Armindo Araújo.

Bruno Magalhães e Adrien Fourmaux fecharam o `top 5´no Terras d´Aboboreira, sexta e penúltima prova deste ano, que deixou a questão do título de pilotos em aberto para a última prova, o Rali do Algarve, que vai para a estrada de 13 a 15 de novembro.

Armindo Araújo procura ser o primeiro hexacampeão nacional de ralis (2003, 2004, 2005, 2006 e 2018), enquanto Bruno Magalhães chega ao Algarve em condições de repetir as conquistas de 2007, 2008 e 2009, igualando os quatro títulos de Carlos Bica e Joaquim Santos.