Os concelhos de Paços de Ferreira e Lousada registaram mais de 3 mil casos de infeção por 100 mil habitantes, segundo a taxa de incidência de casos acumulados nos últimos 14 dias esta segunda-feira divulgados pela DGS.

O boletim da Direção Geral de Saúde (DGS) mostra, no capítulo da distribuição geográfica dos casos confirmados por concelho e com base na incidência cumulativa a 14 dias (28 de outubro a 10 de novembro), que o concelho de Paços de Ferreira registou 3.698 casos de infeção por 100 mil habitantes e o de Lousada 3.362.

Na nota explicativa dos dados por concelhos é referido que a incidência cumulativa “corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada”.

Na conferência de imprensa de atualização da informação sobre a pandemia por Covid-19, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, revelou que a taxa de incidência a 14 dias é globalmente de 760 casos por 100 mil habitantes, sendo a região Norte a mais afetada, com 1.304 registos/100 mil pessoas.

A seguir a Paços de Ferreira e Lousada como os locais mais fustigados pelo número de infeções, estão, também situados na região norte do país, os concelhos de Vizela, com 2.653 casos por 100 mil habitantes, Paredes com 2.132 registos e Penafiel com 2.055 casos.

Portugal tem 191 concelhos com risco de contágio mais elevado por terem mais de 240 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, um critério geral definido pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC). No extremo oposto da tabela estão nove concelhos da Madeira e dos Açores sem registos de qualquer caso de infeção pelo novo coronavírus, são eles a Calheta, Lajes das Flores, Lajes dos Pico, Madalena, Monchique, Porto Moniz, Santa Cruz das Flores, São Vicente e Vila do Corvo.

Portugal registou o número máximo de mortes diárias por Covid-19 ao contabilizar mais 91 óbitos nas últimas 24 horas e contabilizou mais 3.996 novos casos de infeção, segundo o boletim da DGS. O número de internamentos hospitalares por Covid-19 ultrapassou, pela primeira vez, os três mil casos (3.040). Desde o início da pandemia, Portugal já registou 3.472 mortes e 255.672 casos de infeção pelo novo coronavírus, continuando a região Norte a ser a mais afetada tanto em número de mortes (44) como em novos casos (2.063). No mundo, a pandemia de Covid-19 provocou pelo menos 1.319.561 mortos resultantes de mais de 54,4 milhões de casos de infeção, segundo o último balanço feito pela agência francesa AFP.