A polícia de Xangai confirmou esta segunda-feira que Lin Qi, produtor de cinema e magnata dos videojogos responsável pelo jogo de estratégia “Game of Thrones: Winter Is Coming”, foi morto por envenenamento.

A morte de Lin Qi tinha sido noticiada a 25 de dezembro, mas à altura não era conhecida a causa da morte deste homem de 39 anos que se começou a sentir mal a 16 de dezembro. Agora, de acordo com as autoridades daquela cidade chinesa, a morte terá sido premeditada.

O principal e único suspeito por trás do envenenamento de Lin Qi é um dos seus colegas, que a polícia identifica apenas com o apelido Xu e que está detido. O Straits Times, de Singapura, refere ainda que os media locais especulam sobre a possibilidade de se tratar de Xu Yao, responsável pelo departamento de produção cinematográfica da empresa fundada por Lin Qi. De acordo com os mesmos relatos, Xu Yao e Lin Qi teriam uma disputa laboral.

Lin Qi, que morreu aos 39 anos, fundou a produtora de videojogos Yoozoo em 2009. Foi uma das primeiras empresas do género criadas na China a internacionalizar-se, muito em parte pelo jogo “Game of Thrones: Winter Is Coming”, inspirado na série da HBO. Mais recentemente, a Yoozoo investiu também na produção audiovisual.

Em setembro, tinham acordado uma parceria com Rian Craig Johnson (realizador do filme “A Guerra das Estrelas: o Último Jedi”) para produzir uma série de ficção científica chinesa que seria divulgada na plataforma Netflix.

De acordo com a Hurun China Rich List, um site que procura fazer um ranking das maiores fortunas chinesas, Lin Qi tinha uma riqueza estimada em 6,8 mil milhões renmibi, o equivalente a 850 milhões de euros — o suficiente para fazer dele o 870.º chinês mais rico do mundo.