Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O Formentor, o crossover com aspecto dinâmico que é específico da Cupra, quer agradar aos condutores que, necessitando de um habitáculo confortável e de uma bagageira generosa, desejam um veículo que seja potente e ágil, sem contudo abrir mão do aspecto SUV que está tão na moda. Como a Cupra não se limita a servir todo o tipo de condutores, mas sim os que procuram modelos emocionantes e rápidos, está a desenvolver um “super” Formentor.

A Cupra já possui na sua gama dos melhores modelos na relação preço/potência, com o Leon e o Ateca a oferecerem 300 cv e o Formentor VZ a elevar a fasquia até aos 310 cv. Mas a marca mais assanhada da Seat faz questão em oferecer mais uma centena de cavalos, com o que igualará os melhores desportivos compactos. Isto apesar de a versão mais possante do Formentor já anunciar 0-100 km/h em 4,9 segundos e só não ultrapassar os 250 km/h porque a isso está limitada electronicamente.

Mas sabe-se que a Cupra está a desenvolver um Formentor ainda mais apimentado e, a avaliar pelas fotos e vídeos que continuamente surgem na Internet, deverá estar praticamente pronto a ser comercializado. O motor desta nova versão será o cinco cilindros com 2,5 litros de capacidade, que a Audi também usa no Q3 RS e que fornece 400 cv. Com esta potência adicional, o Formentor tira cerca de meio segundo até aos 100 km/h, continuando a ser fácil de controlar, uma vez que os 480 Nm do motor são distribuídos pelas quatro rodas, mas não antes de passarem por uma caixa automática de dupla embraiagem e sete velocidades.

Como é habitual na marca espanhola, o sistema de tracção integral faz variar a distribuição do torque consoante o modo de condução, colocando mais potência à frente ou atrás, de acordo com a aderência das quatro rodas e a atitude do condutor. A ponto de permitir ao crossover ser conduzido em piso escorregadio como se fosse um carro de ralis.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR