O filme de Chloé Zhao sagrou-se o grande vencedor da noite, na 74ª edição dos BAFTA (British Academy Film Awards), os mais importantes prémios de cinema britânicos. “Nomadland – Sobreviver na América” arrecadou as estatuetas de Melhor Filme e Melhor Realizador, mas também valeu a Frances McDormand o galardão de Melhor Atriz. A fita recebeu ainda o BAFTA de Melhor Fotografia, completando assim uma lista de quatro prémios, num total de sete nomeações.

A duas semanas dos Óscares, “Nomadland – Sobreviver na América” é um claro favorito na corrida aos prémios mais cobiçados da indústria. Um favoritismo que não é novidade, mas que os prémios da academia britânica vieram confirmar. Já no início de março, a longa-metragem de Chloé Zhao  tinha arrecadado dois dos Globos de Ouro mais desejados: o de Melhor Filme Dramático e o de Melhor Realizador.

Mas a cerimónia dos Óscares, marcada para o dia 25 de abril, traz um outro favorito — “Mank” lidera a lista de nomeações com uma dezena de indicações. “Nomadland – Sobreviver na América” concorre em seis categorias, o mesmo número de nomeações com que o filme de David Fincher chegou aos prémios britânicos deste domingo — eram praticamente todas em categorias técnicas e venceu apenas em uma, Melhor Design de Produção.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em Portugal, “Nomadland – Sobreviver na América” tem estreia prevista nos cinemas para 19 de abril, dia que coincide com a reabertura dos cinemas, caso se mantenha o atual plano de desconfinamento apresentado pelo Governo.

Mas a noite, dividida entre Londres e Los Angeles e sem assistência (apenas com alguns convidados que marcaram presença na qualidade de apresentadores), teve outros vencedores, a começar por Hopkins, que ganhou o prémio de Melhor Ator pelo desempenho no filme “The Father”, anúncio feito por Renée Zellweger a partir da Costa Oeste dos Estados Unidos. O filme conquistou ainda o prémio de Melhor Argumento Adaptado.

BAFTA. Uma rota de estilo entre Londres e Los Angeles

Na corrida com seis nomeações, “Promising Young Woman” rendeu a Emerald Fennell, a realizador, dos prémos BAFTA: Melhor Filme Britânico e Melhor Argumento Original. Um empate com “Sound of Metal”, que se ficou pelos prémios de Melhor Edição e Melhor Música, e com “Soul”. O êxito da Disney ganhou as estatuetas de Melhor Filme de Animação e de Melhor Banda Sonora Original.

Ao todo, a academia de cinema britânica entregou prémios em 27 categorias. Destaque para o “BAFTA Fellowship”, um prémio de carreira que este ano foi entregue ao realizador taiwanês Ang Lee, e para o prémio “Outstanding British Contribution to Cinema”, cujo recetor foi o ator, argumentista e realizador Noel Clarke. Num discurso impactante, dedicou o galardão a todos os “não representados” na indústria, em particular aos “miúdos e miúdas negras que nunca acreditaram que isto lhes pode acontecer”.

Veja aqui a lista de vencedores da 74ª edição dos BAFTA:

Melhor filme
“Father”
“The Mauritanian”
“Nomadland”
“Promising Young Woman”
“The Trial of the Chicago 7”

Melhor atriz
Bukky Bakray, “Rocks”
Radha Blank, “The Forty-Year-Old Version”
Vanessa Kirby, “Pieces of a Woman”
Frances McDormand, “Nomadland”
Wunmi Mosaku, “His House”
Alfre Woodard, “Clemency”

Melhor ator
Riz Ahmed, “Sound of Metal”
Chadwick Boseman, “Ma Rainey’s Black Bottom”
Adarsh Gourav, “The White Tiger”
Anthony Hopkins, “The Father”
Mads Mikkelsen, “Another Round”
Tahar Rahim, “The Mauritanian”

Melhor realizador
Thomas Vinterberg, “Another Round”
Shannon Murphy, “Babyteeth”
Lee Isaac Chung, “Minari”
Chloé Zhao, “Nomadland”
Jasmila Žbanić, “Quo Vadis, Aida?”
Sarah Gavron, “Rocks”

Prémio EE Rising Star (votado pelo público)
Bukky Bakray
Kingsley Ben-Adir
Morfydd Clark
Ṣọpẹ Dìrísù
Conrad Khan

Melhor filme britânico
“Calm With Horses”
“The Dig”
“The Father”
“His House”
“Limbo”
“The Mauritanian”
“Mogul Mowgli”
“Promising Young Woman”
“Rocks”
“Saint Maud”

Melhor banda sonora original
“Mank”
“Minari”
“News of the World”
“Promising Young Woman”
“Soul”

Melhor documentário
“Collective”
“David Attenborough: A Life on Our Planet”
“The Dissident”
“My Octopus Teacher”
“The Social Dilemma”

Melhor estreia para um argumentista, realizador ou produtor britânico
“His House”, Remi Weekes (argumentista/realizador)
“Limbo”, Ben Sharrock (argumentista/realizador), Irune Gurtubai (produtor)
“Moffie”, Jack Sidey (argumentista/produtor)
“Rocks”, Theresa Ikoko, Claire Wilson (argumentistas)
“Saint Maud”, Rose Glass (argumentista/realizador), Oliver Kassman (produtor)

Melhor ator secundário
Daniel Kaluuya, “Judas and the Black Messiah”
Barry Keoghan, “Calm With Horses”
Alan Kim, “Minari”
Leslie Odom Jr, “One Night in Miami”
Clarke Peters, “Da 5 Bloods”
Paul Raci, “Sound of Metal”

Melhor argumento original
Tobias Lindholm, Thomas Vinterberg, “Another Round”
Jack Fincher, “Mank”
Emerald Fennell, “Promising Young Woman”
Theresa Ikoko, Claire Wilson, “Rocks”
Aaron Sorkin, “The Trial of the Chicago 7”

Melhor atriz secundária
Niamh Algar, “Calm With Horses”
Kosar Ali, “Rocks”
Maria Bakalova, “Borat Subsequent Moviefilm”
Dominique Fishback, “Judas and the Black Messiah”
Ashley Madekwe, “County Lines”
Youn Yuh-jung, “Minari”

Melhor fotografia
“Judas and the Black Messiah”
“Mank”
“The Mauritanian”
“News of the World”
“Nomadland”

Melhor filme em língua estrangeira
“Another Round”
“Dear Comrades!”
“Les Misérables”
“Minari”
“Quo Vadis, Aida?”

Melhor edição
“The Father”
“Nomadland”
“Promising Young Woman”
“Sound of Metal”
“The Trial of the Chicago 7”

Melhor argumento adaptado
Moira Buffini, “The Dig”
Christopher Hampton, Florian Zeller, “The Father”
Rory Haines, Sohrab Noshirvani, MB Traven, “The Mauritanian”
Chloé Zhao, “Nomadland”
Ramin Bahrani, “The White Tiger”

Melhor filme de animação
“Onward”
“Soul”
“Wolfwalkers”

Melhor casting
“Calm With Horses”
“Judas and the Black Messiah”
“Minari”
“Promising Young Woman”
“Rocks”

Melhor design de produção
“The Dig”
“The Father”
“Mank”
“News of the World”
“Rebecca”

Melhor guarda-roupa
“Ammonite”
“The Dig”
“Emma”
“Ma Rainey’s Black Bottom”
“Mank”

Melhor cabelo e maquilhagem
“The Dig”
“Hillbilly Elegy”
“Ma Rainey’s Black Bottom”
“Mank”
“Pinocchio”

Melhor música
“Greyhound”
“News of the World”
“Nomadland”
“Soul”
“Sound of Metal”

Melhores efeitos especiais visuais
“Greyhound”
“The Midnight Sky”
“Mulan”
“The One and Only Ivan”
“Tenet”

Melhor curta-metragem de animação britânica
“The Fire Next Time”
“The Owl and the Pussycat”
“The Song of a Lost Boy”

Melhor curta-metragem britânica
“Eyelash”
“Lizard”
“Lucky Break”
“Miss Curvy”
“The Present”