248kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

R(t) e incidência baixam no segundo dia com menos casos e o quarto sem mortes

Não houve mortos por Covid, é o segundo dia com menos casos de 2021 e o Alentejo não registou novos infetados, algo que não acontecia desde o verão. Mas os internamentos aumentaram pela segunda vez.

i

Mais 180 pessoas (90 do sexo masculino e 90 do feminino) testaram positivo à infeção pelo SARS-CoV-2

FILIPE AMORIM/OBSERVADOR

Mais 180 pessoas (90 do sexo masculino e 90 do feminino) testaram positivo à infeção pelo SARS-CoV-2

FILIPE AMORIM/OBSERVADOR

O R(t) nacional e em Portugal Continental foram calculados em 0,96, uma diminuição em relação aos 0,98 indicados na atualização de sexta-feira. A incidência nacional é 64,4 casos de infeção por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, enquanto em Portugal Continental foi atualizada em 62 casos. Ambos os valores baixaram em relação aos dados da sexta-feira passada.

Mais 180 pessoas (90 do sexo masculino e 90 do feminino) testaram positivo à infeção pelo SARS-CoV-2, naquele que é o segundo dia do ano com menos casos — o primeiro é o 5 de abril, com 159 casos.

Não foi registada qualquer morte por Covid-19 nas últimas 24 horas, tornando este o quarto dia da epidemia de Covid-19 sem qualquer vítima mortal provocada por esta doença. Três desses dias foram na última semana: segunda-feira passada, sexta-feira e hoje, 3 de maio. E entre segunda e domingo foram registadas 12 mortes por Covid-19, a segunda menor soma de sempre. A primeira foi a que se registou entre 1 e 7 de agosto, com 11 óbitos.

A maioria dos novos casos foi registada na região Norte, com 86 dos novos casos, mas no Alentejo não houve qualquer novo diagnóstico de infeção pelo SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas — algo que não acontecia desde 10 de julho. Em Lisboa e Vale do Tejo houve 50 novos casos, outros 15 na Madeira, 12 nos Açores, 11 no Centro e seis no Algarve.

Trezentas e vinte e duas (322) pessoas estão internadas por complicações relacionadas com a Covid-19, 90 das quais em unidades de cuidados intensivos (UCI). É um aumento de 11 casos em relação ao número de internamentos gerais indicado no domingo; e há mais cinco doentes em UCI. Os internamentos estão a aumentar há dois dias consecutivos.

Com mais 403 pessoas dadas como recuperadas da Covid-19, o número de casos ativos baixou para 23.356 nas últimas 24 horas. Há ainda 23.999 pessoas sob vigilância das autoridades de saúde, mais 90 do que indicava o último relatório de situação.

A faixa etárias dos 60-69 anos foi a que registou mais novos casos — 43 nas últimas 24 horas. A distribuição de novos casos aponta para mais 31 infetados na faixa etária dos 10-19 anos, mais 26 na faixa dos 30-39 anos e outros tantos na casa dos 50 anos. Vinte (20) dos novos casos têm 20-29 anos e outros tantos têm 40-49. Houve 11 casos na faixa etária dos 70-79 anos e 10 na faixa etária das pessoas com 80 anos ou mais.

Quanto às crianças com até nove anos, a atualização retira sete casos a esta faixa etária — o total de casos nessas idades baixa de 46.545 no domingo para 46.538 esta segunda-feira — mas o boletim não esclarece se isso simboliza uma alteração ao número total de casos ou se eles foram redistribuídos para outras faixas etárias. O Observador já questionou a DGS sobre esta atualização e aguarda resposta.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.