O Banco de Portugal reviu em forte alta, nesta quarta-feira, as projeções de crescimento económico para este ano e para os próximos. Se em março se antevia um crescimento de 3,9% em 2021, agora prevê-se um aumento de 4,8%. Também os próximos anos serão de crescimento rápido, de acordo com o regulador: 5,6% em 2022 e 2,4% em 2023 – “a economia recupera o nível de 2019 na primeira metade de 2022“, antecipa o organismo liderado por Mário Centeno.

Em comunicado de imprensa, difundido à hora em que Mário Centeno chamou os jornalistas para uma conferência, o Banco de Portugal diz que “o perfil do crescimento económico reflete uma reação mais rápida do que esperado ao levantamento das restrições a partir de março”. “Esta melhoria é extensível à procura externa e ao investimento”, acrescenta o Banco de Portugal, notando que a “recuperação tem subjacente o controlo da pandemia, incluindo avanços na vacinação, e a manutenção dos apoios das políticas económicas, que mitigam os efeitos permanentes da crise na capacidade produtiva”.

O crescimento do PIB em 2021-23 será superior ao da área do euro. No final do horizonte de projeção, o crescimento acumulado da atividade face a 2019 será semelhante em Portugal e na área do euro. O ritmo de recuperação será diferenciado entre países, condicionado pela evolução da pandemia, pela estrutura produtiva e pela escala e eficácia das medidas de apoio, com destaque para o impacto do Next Generation EU”, indica o supervisor.

Qual era a anterior previsão do Banco de Portugal?

Mostrar Esconder

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A 26 de março, quando o Banco de Portugal divulgou o último boletim económico trimestral, foi reiterada a projeção anterior de um crescimento de 3,9% para a economia portuguesa em 2021. Por outro lado, apontava-se para uma subida do PIB de 5,2% em 2022 (face aos 4,5% que tinham sido previstos em dezembro do ano passado). Para 2023, tal como agora, previa-se um crescimento de 2,4%.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.