Atualizado às 16h50 com comunicado da Pontegadea.

A Oman Oil, até agora a segunda maior acionista da REN (Redes Energéticas Nacionais), transmitiu a sua participação de 12% para uma sociedade espanhola. A Pontegadea Inversiones, com sede em La Coruña, é controlada por Amancio Ortega Gaona, o empresário que detém o grupo têxtil Inditex — dono da marca Zara —, esclarece um comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários.

A Oman Oil entrou no capital da REN em 2012 na sequência do processo de privatização total do capital da empresa no tempo da troika. Nesta operação, a State Grid da China comprou a participação de 25% que ainda mantém. A transação agora anunciada está avaliada em cerca de 187 milhões de euros, tendo por base a cotação de mercado da REN.

Amandio Ortega passou a ser também acionista de referência da Rede Elétrica Espanhola que, por sua vez, detém 5% do capital da REN. O dono do grupo Inditex é considerado o homem mais rico de Espanha. A Oman Oil é detida pelo Sultanato de Oman e anunciou em maio que tinha lançado um processo de venda das ações na REN.

A aquisição foi feita através da Pontegadea, uma holding da família do empresário que fundou o grupo Inditex onde ainda controla 59% do capital. De acordo com um comunicado da Pontegadea, esta operação insere-se numa lógica de investimento que privilegia certos setores, tipo de empresa e de mercados. Nesta lógica surgem as infraestruturas, nomeadamente as redes de energia (ativos que dão uma remuneração estável). Para além da REN e da REE, a empresa está na Enagás, entidade que a rede de gás natural espanhola.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

o foco central dos negócios desta holding são investimentos imobiliários onde a carteira de ativos está avaliada em 14 mil milhões de euros e passa por várias cidades, incluindo Lisboa. As operações imobiliárias em Portugal estão avaliadas em 250 milhões de euros.

A Pontegadea recorda que Portugal foi o primeiro país escolhido para a expansão internacional da Zara.